Carregando...
COB

Turma de boxe da Academia Brasileira de Treinadores do COB faz estágio internacional com treinador cubano

Ernesto Aroche comanda a seleção da Espanha e esteve em São Paulo entre os dias 25 e 31 de julho

Turma de boxe da Academia Brasileira de Treinadores do COB faz estágio internacional com treinador cubano
Rafael Bello/ COB

O cubano Ernesto Aroche, atual treinador da seleção da Espanha de boxe, foi o convidado do Comitê Olímpico do Brasil (COB) para ministrar um estágio internacional do Curso de Esporte de Alto Rendimento (CEAR) da Academia Brasileira de Treinadores (ABT). As atividades aconteceram entre os dias 25 e 31 de julho no centro de treinamento da Confederação Brasileira de Boxe, localizado no Núcleo de Alto Rendimento, em São Paulo, e contaram com a participação de 13 profissionais.

Ernesto Aroche é licenciado em Cultura Física e Desporto, Mestre em Esporte de Alto Rendimento, Especialista em boxe e defesa pessoal, massagista esportivo e foi treinador da seleção da Costa Rica nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Tem ainda experiências profissionais na Indonésia e agora na Espanha.

“Me sinto muito feliz de estar no Brasil dando esse curso. O boxe brasileiro está se desenvolvendo de forma ascendente. Nos últimos anos vem tendo grandes resultado e para mim é um grande prazer compartilhar toda minha experiência com esses profissionais”, afirmou Ernesto Aroche, que foi um dos responsáveis pela preparação e formação de grandes atletas cubanos como Jorge Gutiérrez, Guillermo Rigondeaux, Odlanier Solís, Yan Barthelemy, Yudel Jhonson, Yuniel Dorticós.

O módulo de Estágio Internacional é um dos pontos altos da ABT, uma oportunidade para troca de experiências e informações com grandes treinadores mundiais, além de prover suporte teórico e prático para o desenvolvimento das modalidades.

É muito importante transmitir o conhecimento para outras pessoas. É umas das coisas que mais me deixa satisfeito. Expandir por todas as partes. E é isso que fizemos aqui neste curso. Espero que meu conhecimento e experiência sejam benéficas para que os treinadores brasileiros sigam melhorando. Quanto mais conhecimento, mais planejamento e consequentemente bons resultados para os atletas”, afirmou Ernesto.

Alguns dos principais treinadores de alto rendimento do país participam desta turma da ABT, como Suellen Regina Souza, primeira mulher a treinar a seleção brasileira e Vladmir Juliano de Godoi, técnico formador do medalhista olímpico em Tóquio, Abner Teixeira, que também compareceu a uma das atividades práticas da ação ao lado de outros atletas da equipe nacional.

“O estágio internacional é uma ação extremamente importante, por isso gostaria de agradecer ao presidente do COB, Paulo Wanderley, por essa oportunidade de capacitação e desenvolvimento oferecido aos treinadores de boxe. A Academia Brasileira de Treinadores aumenta a capacidade dos técnicos para atender uma exigência, que é primordial para o nosso objetivo: o treinamento do alto rendimento. O treinador de alto rendimento carrega o atleta e tem que utilizar todas as informações para extrair o melhor dele buscando o resultado”, declarou Marcos Brito, presidente da Confederação Brasileira de Boxe.

Em 2020, o Instituto Olímpico Brasileiro, área de Educação do COB, deu início à quinta turma do CEAR. Após passarem por um ano de curso na área de concentração de Desenvolvimento Esportivo, quatro módulos presenciais on-line, via plataforma Zoom e quatro módulos a distância, os alunos finalizam seus estudos agora com o módulo de estágio.

Este é o terceiro estágio internacional promovido pelo COB em 2022. No início de maio, a turma da natação teve um produtivo encontro com o canadense Tom Johnson, responsável por levar atletas a 10 edições de Jogos Olímpicos e a 14 de Campeonatos Mundiais. Já os profissionais de badminton se reuniram em Teresina (PI) para um estágio com a também canadense Jennifer Lee, comandou a equipe do seu país nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 Até o fim do ano, estão previstos mais quatro estágios internacionais para treinadores de badminton, boxe, levantamento de pesos e natação.

 A Academia Brasileira de Treinadores tem o objetivo de complementar, por meio de atividades de cunho educacional de qualidade, a formação profissional de treinadores de alto rendimento e, desse modo, contribuir de forma relevante para a conquista de resultados positivos no esporte olímpico.

Outras notícias + Lista completa