Carregando...
Lausanne 2020

Lausanne 2020: Há um ano, o Time Brasil vivia ‘experiência indescritível’ na neve e no gelo

Terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno contou com número recorde de atletas brasileiros e participações em modalidades


Compartilhe
Lausanne 2020: Há um ano, o Time Brasil vivia ‘experiência indescritível’ na neve e no gelo
Valter Franca/COB

No dia 9 de janeiro de 2020, o Time Brasil iniciava sua participação histórica na terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno em Lausanne (Suíça). Na competição que reuniu 1.872 atletas, de 14 a 18 anos, a delegação brasileira quebrou recordes nacionais e jovens promessas do esporte vivenciaram sua primeira experiência olímpica. Foi o caso do capitão da equipe mista de curling, Vitor Mello.

“Foi uma experiência indescritível. Aprendi muito em termos de dedicação e motivação, não só em relação ao esporte, mas para a minha vida. Além de terem sido meus primeiros Jogos Olímpicos, foi também a minha primeira competição internacional. Entendi o peso que é representar o meu país. Estar com os outros atletas me ensinou bastante de trabalho em equipe, liderança, respeito. A convivência da equipe foi excelente. Nós mantivemos contato, nos encontramos nos treinos, apesar da pandemia. Lausanne me deu mais motivos para seguir a minha carreira”, disse Mello, que treina no Canadá.

Participação do Time Brasil em Lausanne 2020

O Time Brasil contou com 12 atletas em seis modalidades - em Lillehammer 2016 foram dez, de cinco modalidades - e o país ainda teve bons desempenhos no snowboard cross, no esqui cross-country e no curling, além da estreia no biatlo em Jogos Olímpicos da Juventude. A estrutura oferecida pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) aos atletas também foi a maior em uma edição do evento. Ao todo, 18 profissionais trabalharam na Missão desde 3 de janeiro para deixar tudo pronto para os atletas.