Carregando...
COB

Assembleia do COB elege novos integrantes dos Conselhos Fiscal e de Ética

Os 11 eleitos vão integrar os órgãos voltados à governança corporativa da entidade a partir de 2022

Assembleia do COB elege novos integrantes dos Conselhos Fiscal e de Ética
Rafael Bello/COB

A Assembleia Geral do Comitê Olímpico do Brasil (COB) definiu em votação realizada nesta terça-feira, 12/04, no Rio de Janeiro, os cinco integrantes do Conselho de Ética, sendo três independentes e dois não independentes, e os seis membros do Conselho Fiscal, com três efetivos e três suplentes, que vão compor os órgãos voltados à governança corporativa da entidade a partir de 2022.

Foram eleitos para o Conselho de Ética: Humberto Aparecido Panzetti, Ney de Barros Bello Filho e Guilherme Faria da Silva como membros independentes e Joanna de Albuquerque Maranhão Bezerra de Melo e Sami Arap Sobrinho como não independentes. Para o Conselho Fiscal foram eleitos: Bianca de Azevedo, Ângelo Moniz Freire Vivacqua e Sebastião Dantas Ramos. Os três suplentes serão Marcus de Carvalho Mussa Gaze, Guilherme de Oliveira Campos e Marcos José de Carvalho Neto.

Todas as candidaturas passaram por um processo de análise da integridade que contou com due dilegence (verificação externa), análise do Compliance, do Comitê de Integridade e do Conselho de Ética.

“A eleição transcorreu em clima de tranquilidade, participação maciça das Confederações, representantes dos atletas e membros do COI. Espero que os novos membros, alguns reconduzidos ao cargo, continuem exercendo o trabalho que estavam fazendo, atuando com independência como órgãos fiscalizadores”, disse o presidente Paulo Wanderley.
A Assembleia Geral do COB. Foto: Rafael Bello/COB
A Assembleia Geral do COB. Foto: Rafael Bello/COB

Participaram da Assembleia Geral e da eleição representantes das 32 Confederações Brasileiras Olímpicas, 17 membros da Comissão de Atletas do COB e dois membros do Comitê Olímpico Internacional (COI). O Comitê de Assessoramento para Assuntos Eleitorais, responsável por conduzir o pleito, foi composto por Alberto Maciel Jr, presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo; Yane Marques, presidente da Comissão de Atletas do COB, e Bernard Rajzman, membro do COI. Antes da eleição foram aprovados o Relatório Anual de Atividades e a prestação de contas da entidade.

“A transparência é um dos pilares da nossa administração. Então, a aprovação das contas foi muito tranquila. Tudo muito claro, apenas arguições sobre detalhes técnicos, nada que atrapalhasse o brilho da prestação feita pelas diretorias administrativa e financeira e do relatório muito bem elaborado por todas as áreas. Agora é foco total em 2022, um ano bastante promissor para nós”, completou o presidente.

O Conselho de Ética é o órgão encarregado de definir os parâmetros éticos esperados pelo COB e seus agentes, com base nos valores e princípios da Carta Olímpica e do Código de Ética do COI, da administração pública e da gestão democrática. Além disso, espera-se que o Conselho de Ética investigue e julgue denúncias levantadas em relação ao não cumprimento de tais princípios. Se necessário, seus integrantes podem sancionar ou propor sanções aos órgãos competentes.

Já o Conselho Fiscal tem entre as principais competências examinar os documentos da receita e despesa e os balancetes mensais da entidade; dar parecer sobre os balancetes mensais, sobre as demonstrações financeiras do exercício anterior, e outras matérias; homologar, até dezembro, por solicitação do Conselho de Administração, o orçamento anual para o ano seguinte, sem prejuízo da necessidade de aprovação a posteriori pela Assembleia; e dar parecer, por solicitação do Conselho de Administração, sobre a alienação de imóveis, ou gravação dos mesmos com ônus real; dentre outras.

Confira abaixo os resultados finais das votações:


Conselho de Ética: 3 vagas (membros independentes)
Humberto Aparecido Panzetti: 42 votos
Ney de Barros Bello Filho: 35 votos
Guilherme Faria da Silva: 30 votos
Guilherme Augusto Caputo Bastos: 19 votos
Alberto Murray Neto: 18 votos
Eduardo Aquiles Fischer: 06 votos

Conselho de Ética: 2 vagas (membros não independentes)
Joanna de Albuquerque Maranhão Bezerra de Melo: 43 votos
Sami Arap Sobrinho: 31 votos
Bernardino Santi: 24 votos
*1 voto nulo

Conselho Fiscal: 6 vagas (3 efetivos e 3 suplentes)
Bianca de Azevedo: 44 votos
Ângelo Moniz Freire Vivacqua: 29 votos
Sebastião Dantas Ramos: 26 votos
Marcus de Carvalho Mussa Gaze: 20 votos
Guilherme de Oliveira Campos: 19 votos
Marcos José de Carvalho Neto: 04 votos
**2 votos em branco e 1 voto nulo

Outras notícias + Lista completa