Carregando...
Comissão de Atletas

Comissão de Atletas do COB irá eleger 25 novos integrantes em agosto

Votação será do dia 24, às 12h, ao dia 28, às 17h. Candidaturas deverão ser enviadas de 27 de julho, às 12h, até 03 de agosto, às 12h


Compartilhe
Comissão de Atletas do COB irá eleger 25 novos integrantes em agosto

A Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (CACOB), que tem a missão de representar os atletas olímpicos perante a entidade, fortalecendo a interlocução e a interação entre as partes, terá uma nova turma a partir de agosto. A eleição para a CACOB no ciclo olímpico Paris 2024 será realizada do dia 24, às 12h, ao dia 28, às 17h. Serão eleitos os 25 integrantes da Comissão, sendo 21 atletas olímpicos que tenham participado de alguma das duas últimas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno (Sochi 2014 e PyeongChang 2018) ou de Verão (Londres 2012 e Rio 2016) e outros quatro que tenham participado exclusivamente de Jogos anteriores a 2012. As candidaturas devem ser enviadas de 27 de julho, às 12h, até 03 de agosto, também às 12h. Os eleitos tomarão posse em 2021, visando o ciclo Paris 2024.

Entre os objetivos da CACOB estão estabelecer um ambiente de discussão e oferecer sugestões, recomendações ou informações sobre quaisquer assuntos relacionados com o Movimento Olímpico; representar os direitos e interesses dos atletas Olímpicos; incentivar a presença feminina no esporte; e apoiar o desenvolvimento da educação dos jovens através do esporte, dentre outros.

+Leia o Manual das Eleições da Comissão de Atletas do COB

“Ser o representante dos atletas olímpicos é uma responsabilidade muito grande, mas também uma grande oportunidade. O contato direto com o COB, bem como órgãos internacionais semelhantes, é uma grande chance de adquirir um maior conhecimento sobre a gestão esportiva”, disse o campeão olímpico Rogério Sampaio, diretor-geral do COB e integrante da primeira turma da CACOB. “Por isso, nós convidamos aos atletas que participem da eleição para a Comissão de Atletas, seja como candidatos ou como votantes. O Movimento Olímpico do Brasil precisa da participação do atleta olímpico na tomada de decisão”.

Para ser candidato basta ter sido atleta olímpico; ter, no mínimo, 18 anos; não estar cumprindo penalidades aplicadas pelo COI, pelo COB ou por entidades desportivas a ele filiadas, por qualquer Federação Internacional de Esportes Olímpicos de Verão ou pelo Tribunal Arbitral do Esporte; e não estar cumprindo pena por doping.

A candidatura será feita através da página da Comissão de Atletas no portal do COB. Será necessário preencher um formulário básico indicando nome completo, filiação (nomes dos pais), CPF, telefone, endereço, email, modalidade e responder de qual edição de Jogos Olímpicos participou. Os dados devem ser preenchidos e enviados de 27 de julho, às 12h, até 03 de agosto, também às 12h.

A próxima eleição da CACOB terá algumas novidades, como a equidade de gênero entre os eleitos (além do mais votado, serão eleitos os 10 homens e 10 mulheres mais votados); e alguns pontos que já foram utilizados na última eleição, como o limite máximo de dois atletas por esporte. O modelo adotado para a votação será semelhante ao usado para a escolha do Atleta da Torcida no Prêmio Brasil Olímpico, com a exceção de que cada atleta olímpico só terá direito a três votos. Um será obrigatoriamente em um uma mulher e o outro em um homem que tenha participado de uma ou mais edições dos Jogos Olímpicos de Inverno ou de Verão imediatamente anteriores à eleição. O outro será para eleger um atleta olímpico que tenha participado exclusivamente de Jogos Olímpicos anteriores a 2012.

Representatividade

Na gestão Paulo Wanderley, a CACOB aumentou sua representatividade nas assembleias e votações da entidade, caso da eleição presidencial. Se até o ciclo anterior os atletas tinham direito somente a um voto, neste quadriênio passaram a ser 12. Já em 2019 foi aprovado novo aumento para o ciclo 2021-2024: serão 25 atletas, com 19 deles podendo votar. Outro aspecto importante é que, apesar da redução do número de integrantes do Conselho de Administração do COB a partir de 2021 (de 17 para 13 membros), o presidente e o vice-presidente da CACOB seguirão compondo o colegiado.

“A Comissão de Atletas do COB nunca teve um papel tão importante e representativo. Após a reforma estatutária de 2017, adquirimos o direito a um terço dos votos nas Assembleias Gerais da entidade, além da participação do Presidente e Vice-presidente no Conselho de Administração da entidade. É um importante passo na construção de um esporte mais democrático e transparente, cabendo a todos nós, atletas, participarmos e nos engajarmos nesse novo momento”, disse Tiago Camilo, judoca duas vezes medalhista olímpico e atual presidente da CACOB.

A Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (CACOB) foi criada em abril de 2009, seguindo o modelo da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Internacional (COI). Com o objetivo inicial de atuar como um canal de comunicação entre os atletas e o COB e colaborar com o desenvolvimento técnico do esporte brasileiro, oferecendo sugestões e recomendações sobre quaisquer assuntos relacionados ao Movimento Olímpico, a CACOB teve seus primeiros integrantes selecionados pela própria entidade, passando a ser definida através de um processo eleitoral a partir do segundo ciclo, iniciado em 2013.

A Comissão de Atletas do COB tem a responsabilidade de examinar questões relativas aos Atletas Olímpicos; manter contato constante  com outras Comissões de Atletas Nacionais e Internacionais; apresentar sugestões nas questões referentes ao controle de dopagem; fazer indicação para eleição da Comissão de Atletas do COI; além de elaborar o relatório anual da Comissão de Atletas e divulgar suas deliberações e ações em andamento para toda a comunidade esportiva. 

Na última eleição da Comissão, em que estiveram aptos a votar os 622 atletas brasileiros, 170 votantes elegeram os seguintes membros: Arthur Zanetti (ginástica artística), Baby Futuro (rugby), Brunno Mendonça (hóquei sobre grama), Duda Amorim (handebol), Emanuel Rego (vôlei de praia), Emerson Duarte (tiro esportivo), Fabiana Murer (atletismo), Fabiano Peçanha (atletismo), Hugo Hoyama (tênis de mesa), Iziane Marques (basquete), Marcelinho Machado (basquete), Poliana Okimoto (maratonas aquáticas), Tiago Camilo (judô), Thiago Pereira (natação) e Yane Marques (pentatlo moderno). Além deles, o COB selecionou ainda outras quatro integrantes: Fabi Alvim (vôlei), Hortência Marcari (basquete), Isabel Clark (snowboard) e Isabel Swan (vela).

Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais
Recursos das Loterias Federais