Carregando...
Time Brasil

Sub-20: Gabriela de Sá, Gabriel Boza e Gabriela Tardivo registram índices para seleções

Três marcas foram estabelecidas ou confirmadas para os eventos mais importantes da faixa etária: o Campeonato Mundial Sub-20 e o Pan-Americano Sub-20


Compartilhe
Sub-20: Gabriela de Sá, Gabriel Boza e Gabriela Tardivo registram índices para seleções
Divulgação FAP

No 54º Campeonato Paranaense de Atletismo Sub-20, realizado em Cascavel, sábado e domingo (1 e 2/5), na pista do Centro Nacional de Treinamento de Atletismo, três índices foram estabelecidos ou confirmados para as provas mais importantes do calendário para a faixa etária, o Campeonato Mundial Sub-20 de Nairóbi, no Quênia, e o Pan-Americano Sub-20 de Santiago, Chile.

Gabriel Boza, de 18 anos, confirmou a boa fase que já vinha mostrando em 2020 e ratificou o índice definido como marca mínima para o Mundial (7,58 m) ao vencer o salto em distância com 7,90 m (1.4), melhor marca do mundo na temporada. Gabriel (APA-SP) melhorou a marca de qualificação que já tinha, de 7,61 m, feita em dezembro de 2020. Também é índice para o Pan-Americano Sub-20 (7,38 m é a marca).

Gabriel fez uma excelente temporada em 2020 - venceu os Brasileiros Sub-23 (7,46 m), o Brasileiro Sub-20, com 7,50 m, o Brasileiro Sub-18, com 7,74 m (com vento acima do permitido), e foi sexto colocado entre os adultos no Troféu Brasil, com 7,61 m, índice da World Athletics (7,58 m) para o Mundial Sub-20 de Nairóbi, Quênia, de 17 a 22 de agosto de 2021.

Indicado ao treinador Nélio Moura pelo fundista Altobeli da Silva treina também com Tânia Moura, que o qualifica como 'um talento' para a prova. "Ele foi competir na minha cidade, São José dos Pinhais, e daí me viu saltando e me indicou", contou Gabriel. "Ele tem sido constante e o objetivo agora passa a ser ir a final do Mundial Sub-20, mas acho que ele pode ser pódio", disse a treinadora Tânia Moura.

O Campeonato Paranaense teve também dois índices para o Pan-Americano Sub-20 de Santiago, Chile, de 22 a 24 de outubro. Gabriela da Silva Araújo Gil de Sá (Asempar/Paranavai) fez índice ao vencer o salto em altura, com exatos 1,74 m, a marca mínima exigida. Gabriela Tardivo (IPEC-PR) venceu os 3.000 m com obstáculos com 10:50.75 - o índice fixado é de 11.09.77.

O jovem Renan Gallina (AA Maringá) venceu duas provas, na mesma etapa do campeonato, o salto em altura, com 1,95 m, e os 100 m, com 10.69 (1.9).

Todos os resultados estarão disponíveis no site da Federação de Atletismo do Paraná a partir desta segunda-feira (3/5) - https://www.atletismofap.org/.


Fonte: CBAt


Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais
Recursos das Loterias Federais