Carregando...
Time Brasil

Seleção feminina estreia amanhã no Sul-Americano contra o Peru

Jogo será às 19h30 e terá transmição ao vivo de Barrancabermeja, na Colômbia; campeão e vice garantirão vaga no Mundial de 2022

Seleção feminina estreia amanhã no Sul-Americano contra o Peru
Gaspar Nobrega / COB

A seleção brasileira feminina de vôlei começa, nesta quarta-feira, 15, seu primeiro desafio após a prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio: a busca pelo 22º título do Sul-Americano. O time do treinador José Roberto Guimarães jogará contra o Peru, às 19h30, em Barrancabermeja, na Colômbia. A competição será disputada em turno único, com todos os times se enfrentando, onde o campeão e o vice garantirão vaga no Mundial adulto de 2022 que será disputado na Holanda e Polônia.

O time que participará do Sul-Americano conta com as levantadoras Macris e Roberta, as opostas Rosamaria e Lorenne, as ponteiras Gabi, Natália, Ana Cristina e Kasiely, as centrais Carol Gattaz, Carol, Bia e Mayany e as líberos Nyeme e Natinha.

A central Carol Gattaz comentou sobre a expectativa para a participação do Brasil no Sul-Americano e ressaltou o objetivo pela busca da vaga no Mundial.

“Respeitamos muito a equipe do Peru por toda tradição e história do time delas. Elas têm uma equipe jovem e de qualidade. Sabemos da nossa responsabilidade e todos sempre quarem jogar contra o Brasil. A estreia tem sempre um frio na barriga e esperamos fazer um bom Sul-Americano. É uma competição que classifica para o Mundial e estamos aqui para buscar essa vaga”, disse Carol Gattaz.

O treinador José Roberto Guimarães também falou sobre a busca do Brasil por uma vaga no Mundial de 2022 e comentou sobre a estreia do time verde e amarelo contra o Peru.

“O Sul-Americano é uma competição qualificatória para o Mundial e esse é o nosso principal objetivo. Vamos estrear contra o Peru que tem muita tradição e precisamos pensar jogo a jogo. Essa competição é o início de um novo ciclo e é muito importante estarem todas as jogadoras juntas nesse momento em busca no nosso objetivo”, afirmou José Roberto Guimarães.

Nesta temporada, a seleção feminina conquistou a medalha de prata nos Jogos de Tóquio e na Liga das Nações. Na última edição do Sul-Americano, em 2019, o Brasil foi campeão invicto e na decisão superou a Colômbia por 3 sets a 0.


Fonte: CBV
Outras notícias + Lista completa