Carregando...
Time Brasil

Seleção brasileira de atletismo viaja para a disputa do Mundial Indoor de Belgrado

Competição será disputada de sexta-feira a domingo na Sérvia e o Brasil terá 17 atletas - 11 homens e 6 mulheres

Seleção brasileira de atletismo viaja para a disputa do Mundial Indoor de Belgrado
Delegação no embarque. Foto: Divulgação CBAt)

A seleção brasileira de atletismo embarcou na noite desta segunda-feira (14/3), em dois voos diferentes, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, para a disputa do Campeonato Mundial Indoor de Atletismo, que será realizado de sexta-feira (18/3) a domingo (20/3), em Belgrado, na Sérvia. Destaque da seleção, o campeão olímpico Thiago Braz já está na Europa e seguirá direto da Itália para a Sérvia, num voo de Veneza para Zurique e Belgrado na quinta-feira (17/3).

A delegação terá 17 atletas – 11 homens e seis mulheres –, prontos para tentar os melhores resultados possíveis no evento que reunirá representantes de 137 países. Almir Cunha dos Santos e Núbia Soares, ambos do salto triplo, pediram dispensa por lesões às vésperas do embarque.

Thiago Braz, que já está na Europa, vem obtendo bons resultados na temporada. Campeão olímpico no Rio 2016 e bronze em Tóquio 2020, ele tem se destacado na competições indoor de 2022, tendo saltado 5,91 m no dia 6 de março, em Rouen, na França.

Outro destaque é Darlan Romani, que ficou em quarto lugar na prova do arremesso do peso nas edições de Portland 2016, nos Estados Unidos, e de Birmigham 2018, na Grã-Bretanha.

Recordista sul-americano ao ar livre, com 22,61 m, o atleta catarinense de 30 anos melhorou seu recorde continental em pista coberta no dia 20 de fevereiro, em Cochabamba, na Bolívia, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano Indoor, com a marca de 21,71 m. "Estou bem treinado e focado em obter um bom resultado. Não falo de marcas, mas de fazer o melhor", comentou Darlan, antes da viagem.

Outras atrações, com base em seus resultados indoor, são Rosângela Santos, recordista sul-americana dos 60 m, com 7.17, e Rafael Henrique Pereira, que este ano correu quatro vezes a marca continental dos 60 m com barreiras, com 7.58.

Da lista de convocados, o Brasil não contará com três atletas: Geisa Arcanjo, do arremesso do peso, pediu dispensa, e Almir Cunha dos Santos e Núbia Soares, ambos do salto triplo, estão contundidos e apresentaram os laudos médicos exigidos pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) antes do embarque de todas as delegações para competições oficiais. 

Almir Júnior, ganhador da medalha de prata em Birmingham 2018, comunicou no sábado (12/3) por meio de seu treinador, José Haroldo Gomes, o Arataca, que sentiu dores no posterior da coxa. "Depois de passar por tratamento intensivo e por avaliações dos médicos André Guerreiro, da CBAt, e Fabio Krebs, solicitamos a dispensa do atleta", disse o treinador.

Já Núbia informou ao médico André Guerreiro que teve dor aguda no tendão de Aquiles direito e fez uma ressonância, cujo resultado saiu nesta segunda-feira (14/3). A brasileira treina na Espanha e vinha sentindo dores há 15 dias, mas a lesão se agravou. Foi constatada uma tendinite, que a impede até de correr no aquecimento.


Os atletas são os seguintes:

Feminino

Rosângela Cristina Oliveira Santos – 60 m

Vitória Cristina Silva Rosa – 60 m

Vitória Sena Batista Alves - 60 m com barreiras

Ketiley Batista – 60 m com barreiras

Eliane Martins – salto em distância

Lívia Avancini – arremesso do peso

Masculino

Felipe Bardi dos Santos – 60 m

Erik Felipe Barbosa Cardoso – 60 m

Lucas da Silva Carvalho – 400 m

Rafael Henrique Campos Pereira – 60 m com barreiras

Gabriel Oliveira Constantino – 60 m com barreiras

Thiago Braz da Silva – salto com vara

Samory Uiki Bandeira Fraga – salto em distância

Alexsandro do Nascimento de Melo – salto triplo

Fernando Carvalho Ferreira – salto em altura

Thiago Júlio Alfano Moura - salto em altura

Darlan Romani - arremesso do peso


Fonte: CBAt
Outras notícias + Lista completa