Carregando...
Time Brasil

Recuperado de lesão, Alex reforça a Seleção Brasileira de Basquete na "decisão" contra Ilhas Virgens

Equipe masculina precisa de apenas uma vitória nesta quinta, 21, para se garantir na Copa do Mundo da China


Compartilhe
Recuperado de lesão, Alex reforça a Seleção Brasileira de Basquete na

A uma vitória da vaga na Copa do Mundo de basquete, que será realizada de 31 de agosto a 17 de setembro na China, a Seleção Brasileira masculina ganhou um reforço de peso para os dois últimos confrontos da fase classificatória. Com quatro mundiais e duas Olimpíadas no currículo, Alex Garcia está de volta. Fora das quatro últimas janelas por conta de uma grave lesão no cruzado anterior do joelho direito, o ala do Bauru foi a principal novidade na lista dos 12 convocados pelo técnico Aleksandar Petrovic para os jogos contra Ilhas Virgens, nesta quinta-feira (21), em St. Thomas, e República Dominicana, na próxima segunda (25), em Santo Domingo.

Cem por cento recuperado da lesão que o deixou fora das quadras por cerca de oito meses, Alex não esconde a alegria de poder voltar a representar seu país em um momento tão importante para o basquete brasileiro. Pronto para mais uma "decisão" com a camisa da Seleção, mesmo diante de um adversário que conquistou apenas duas vitórias em dez partidas e que ocupa a lanterna do Grupo F da classificatória das Américas, o ala do Bauru espera um jogo complicado contra os donos da casa, nesta quinta-feira, às 20h (horário de Brasília), no ginásio da Universidade das Ilhas viagens, em St. Thomas.

“Estou muito feliz pela minha volta depois de ter participado apenas da primeira janela. Infelizmente tive a lesão que me tirou das quadras por muito tempo, mas agora é só dar sequência e classificar o Brasil para mais um Mundial nessas duas próximas partidas. Não podemos nos acomodar em relação a saldo ou qualquer outra vantagem, temos que entrar focados, fazer nosso jogo e não deixar nossa classificação escapar”, afirmou Alex.

Apelidado de Brabo pelos companheiros por seu jeito aguerrido dentro de quadra, Alex não se destaca apenas durante os jogos. Com passagens pelo basquete europeu e da NBA, o jogador do Bauru é um dos líderes do elenco ao lado de Leandrinho e Anderson Varejão. Talvez por isso o técnico Petrovic comemorou tanto o retorno de seu camisa 10.

“Alex esteve apenas na primeira janela e jogou em grande nível, principalmente na vitória fora de casa contra o Chile. É um jogador muito rodado e uma referência para nossa Seleção, dentro e fora de quadra. Ele tem garra, experiência e sabe como jogar em nível internacional. Temos apenas que ver como ele vai estar, pois ficou muito tempo parado e pouco a pouco vai adquirindo seu melhor ritmo de jogo”, elogiou o treinador, que também pediu atenção redobrada com o adversário desta quinta.

“É um partida diferente das demais porque vamos enfrentar uma equipe que vai defender os 40 minutos de zona, seja uma zona 2/3 clássica ou um matchup zona, e em nenhuma outra partida dessa classificatória enfrentamos um rival assim. Devido aos problemas que tivemos teremos pouco tempo para trabalhar o grupo completo. Apenas dois ou três treinos para esse primeiro jogo. A situação para a partida contra a República Dominicana vai melhorar, mas temos que trabalhar pensando nesses primeiros 40 minutos contra as Ilhas Virgens que serão os mais importantes”.

 

Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais
Recursos das Loterias Federais