Carregando...
Time Brasil

Rebeca Andrade e Flavinha lideram seleção feminina no Pan Americano de Ginástica Artística

Competição começa hoje, no Rio, com a disputa da categoria Juvenil

Força, muito gingado e precisão nos movimentos dão o tom da seleção brasileira de ginástica artística prestes a entrar em cena novamente em uma importante competição internacional. Capitaneada pela campeã olímpica Rebeca Andrade, as meninas do Brasil disputam a partir desta quinta-feira (14) o Pan-americano de Ginástica Artística, que vai ser realizado na cidade do Rio de Janeiro e terá transmissão ao vivo pelo Canal Olímpico do Brasil.

Para esta competição, que será realizada nas categorias Adulto e Juvenil, a equipe principal feminina do Brasil conta com uma mescla de atletas experientes e jovens talentos da ginástica. Além de Rebeca, entram na disputa Flavinha Saraiva, Caroline Pedro, Christal Bezerra, Júlia Soares e Lorrane Oliveira.

“A gente está tentando fazer uma mistura da juventude com as meninas mais experientes. E esse Pan Americano, além de dar essa oportunidade, é muito importante porque ele classifica para o Mundial. Então a gente não pode tirar muito o pé, séries muito simples, mas também não pode ir com tudo, com força total, porque compromete muito a preparação para o resto do ano no Mundial. Nosso principal objetivo agora é classificar para o Mundial.”, explicou o técnico da seleção feminina Francisco Porath.

+ Após cirurgia, Zanetti retorna às competições internacionais no Pan do Rio

+Bernardo Ferreira, promessa da ginástica artística masculina, disputa o Pan-americano ao lado de ídolos


Rebeca Andrade guarda um sabor especial para essa disputa do Pan de Ginástica. Isso porque há exatamente um ano a paulista conquistava a sua vaga para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 justamente no Pan-americano. A sequência, então, foi brilhante: Rebeca garantiu duas medalhas em Tóquio, o ouro no salto e a prata no individual geral. Para este ano, valendo vaga no Mundial de Liverpool, na Inglaterra, no fim de outubro, a ginasta vem motivada sobretudo pela possibilidade de se reencontrar com o público brasileiro.

“O mais legal de voltar a competir mais uma vez o Pan-americano é porque é no Brasil. Eu amo quando as competições são aqui no Brasil porque a gente está em casa. Tem a sua torcida, é o seu país. De verdade, eu só espero estar bem para conseguir dar o meu melhor dentro da competição e dar força e energia positiva para as meninas a fim de que a gente consiga se sair bem.”, finalizou a campeã olímpica.

O Pan-americano de Ginástica Artística tem entrada gratuita e será realizado na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico, localizado no bairro da Barra da Tijuca. A programação oficial começa nesta quinta-feira (14) com as disputas da categoria Juvenil, e seguem até o domingo (17), com as finais da categoria Adulto. Todo o evento será transmitido ao vivo pelo Canal Olímpico do Brasil. 

Outras notícias + Lista completa