Carregando...
COB

Prêmio Brasil Olímpico homenageará campanha histórica do Time Brasil no Pan Lima 2019

Cerimônia, no próximo dia 10 de dezembro, terá homenagem à delegação que conquistou 169 medalhas brasileiras na capital peruana


Compartilhe
Prêmio Brasil Olímpico homenageará campanha histórica do Time Brasil no Pan Lima 2019

A premiação anual do esporte olímpico brasileiro terá um espaço especial para os Jogos Pan-americanos Lima 2019. A histórica campanha do Time Brasil na capital peruana será lembrada no Prêmio Brasil Olímpico, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, no próximo dia 10 de dezembro, com uma homenagem aos atletas que conquistaram as 169 medalhas brasileiras na competição. Todos serão convidados a subir ao palco e receberão um diploma pela conquista que deixou o Brasil em segundo lugar no quadro de medalhas da competição após 56 anos e teve recorde de ouros (54). De quebra, em Lima o Brasil ainda conquistou 29 vagas olímpicas para Tóquio 2020, principal objetivo do COB no Pan.

E não parou por aí. Ao todo, 41 modalidades conquistaram medalhas, sendo que 22 ganharam ao menos um ouro. Para completar a série de números expressivos, 18 modalidades melhoraram seus resultados em relação a Toronto 2015, enquanto 12 delas fizeram as melhores campanhas em todas as edições dos Jogos (badminton, canoagem slalom, ciclismo BMX, ciclismo MTB, ginástica artística, hipismo saltos, maratonas aquáticas, natação, taekwondo, tiro com arco, triatlo e vela). Os resultados apresentaram ainda um número importante de atletas jovens com medalhas (97 com 23 anos ou menos) e de mulheres campeãs (20 ouros). 

Em outra homenagem à delegação que brilhou em Lima 2019, a 21ª edição do PBO premiará, além dos destaques nas modalidades olímpicas, um atleta em cada uma das modalidades que fazem parte apenas do programa dos Jogos Pan-americanos: Marcelo Suartz (boliche), Mariana Nep (esqui aquático), Juscelino Nascimento (fisiculturismo), Bruna Wurtz (patinação artística), Gabriel Felix e Silva (patinação velocidade), Felipe Otheguy (pelota basca), e Rafael Alarcon (squash). 

O Prêmio Brasil Olímpico ainda vai premiar outras categorias. Concorrem ao troféu de Melhor Atleta do Ano: Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Beatriz Ferreira (boxe) e Nathalie Moellhausen (esgrima), no feminino; e Arthur Nory (ginástica), Gabriel Medina (surfe) e Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), no masculino. A escolha dos dois atletas que receberão o Troféu Melhor Atleta do Ano foi realizada por um por um colégio eleitoral formado por jornalistas, dirigentes, Comissão de Atletas do COB, ex-atletas e personalidades do esporte.

Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas), Ana Sátila (canoagem slalom), Bruno Rezende (vôlei), Flávia Saraiva (ginástica Artística), Hugo Calderano (tênis de mesa), Ítalo Ferreira (surfe), Mayra Aguiar (judô), Nathalie Moellhausen (esgrima), Paulo André (atletismo) e Pedro Barros (skate) são os candidatos a Atleta da Torcida. A votação está aberta e pode ser feita através do link: pbo.cob.org.br. 

Oscar Schmidt receberá o Troféu Adhemar Ferreira da Silva por valores como dedicação, eficiência e espírito coletivo que representou durante toda a carreira. E serão premiados, ainda, o Melhor Técnico Individual e Coletivo; e Melhores Atletas nos Jogos Escolares da Juventude. 

O Prêmio Brasil Olímpico deste ano também homenageará mais seis ídolos do esporte nacional com a inclusão de seus nomes no Hall da Fama do COB: Joaquim Cruz, campeão olímpico dos 800m em Los Angeles 1984 e prata em Seul 1988; Magic Paula, campeã mundial de basquete em 1994 e prata nos Jogos Olímpicos Atlanta 1996; e os já falecidos Guilherme Paraense, atirador, primeiro campeão olímpico do país na história dos Jogos Olímpicos, em Antuérpia 1920; João do Pulo, bronze olímpico no salto triplo em Montreal 1976 e Moscou 1980; Maria Lenk, nadadora, primeira mulher sul-americana a disputar os Jogos Olímpicos, em Los Angeles 1932; e Sylvio Magalhães Padilha, primeiro sul-americano a disputar uma final olímpica no atletismo, nos 400m com barreiras, em Berlim 1936. Idealizado em 2018, o Hall da Fama do COB pretende eternizar os atletas e treinadores que ajudaram a construir a história olímpica do país, promovendo o Olimpismo e inspirando novas gerações.

Conheça os vencedores em cada modalidade do Prêmio Brasil Olímpico 2019:

Atletismo: Darlan Romani

Badminton: Ygor Coelho

Basquete 5X5: Erika Souza

Basquete 3X3: Jefferson Socas

Boliche: Marcelo Suartz 

Beisebol: Rodrigo Takahashi

Boxe: Beatriz Ferreira

Canoagem Slalom: Ana Sátila 

Canoagem Velocidade: Isaquias Queiroz

Ciclismo BMX Freestyle: Cauan Madona 

Ciclismo BMX Racing: Paôla Reis 

Ciclismo Estrada: Magno Nazaret

Ciclismo Mountain Bike: Henrique Avancini

Cicismo Pista: Flávio Cipriano

Desportos Na Neve: Michel Macedo

Desportos No Gelo: Nicole Silveira

Escalada Esportiva: Cesar Grosso

Esgrima: Nathalie Moellhausen

Esqui Aquático: Mariana Nep

Fisiculturismo: Juscelino Nascimento

Futebol: Alisson Becker

Ginástica Artística: Arthur Nory

Ginástica Rítmica: Bárbara Domingos

Ginástica Trampolim: Camilla Gomes

Golfe: Alexandre Rocha

Handebol: Duda Amorim

Hipismo Adestramento: João Paulo dos Santos

Hipismo CCE: Carlos Eduardo Parro

Hipismo Saltos: Marlon Zanotelli

Hóquei Sobre Grama e Indoor: Mayara Fedrizzi

Judô: Mayra Aguiar

Karatê: Valéria Kumizaki

Levantamento de Pesos: Fernando Reis

Maratona Aquática: Ana Marcela Cunha

Nado Artístico: Luisa Borges

Natação: Bruno Fratus

Patinação Artística: Bruna Wurtz

Patinação de velocidade: Gabriel Félix e Silva

Pelota basca: Filipe Otheguy

Pentatlo Moderno: Iêda Guimarães

Polo Aquático: Gustavo Guimarães (Grummy)

Remo: Pau Vela - Xavier Vela

Rugby : Rafaela Zanellato

Saltos Ornamentais: Isaac Souza - Kawan Figueredo Pereira

Squash: Rafael Alarcon 

Skate: Pamela Rosa

Softbol: Mayra Sayumi Akamine

Surfe: Gabriel Medina

Taekwondo: Milena Titoneli

Tênis: João Menezes

Tênis de Mesa: Hugo Calderano

Tiro com Arco: Marcus D’Almeida

Tiro Esportivo: Leonardo Lustoza

Triathlon: Luisa Baptista 

Vela: Kahena Kunze - Martine Grael

Vôlei de Praia: Ágatha Rippel - Duda Lisboa

Voleibol: Bruno Rezende (Bruninho)

Wrestling: Lais Nunes


Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais
Recursos das Loterias Federais