Carregando...
COB

Paulo Wanderley se reúne com presidente do Comitê Olímpico Francês em Paris

Presidente do COB esteve acompanhado de Ney Wilson, diretor de Alto Rendimento

Paulo Wanderley se reúne com presidente do Comitê Olímpico Francês em Paris

A viagem à França segue rendendo bons frutos para o Comitê Olímpico do Brasil (COB). Além de assinar um termo de parceria com a Prefeitura de Saint-Ouen, conhecer o Comitê Organizador Paris 2024 e refinar o planejamento para a próxima edição dos Jogos Olímpicos, o presidente Paulo Wanderley, acompanhado do diretor de Alto Rendimento Ney Wilson, participou de um encontro com três das principais autoridades do Comitê Olímpico Francês (CNOSF): a presidente Brigitte Henriques, o secretário-geral Didier Seminet e o diretor olímpico e de esporte de alto rendimento André Pierre Goubert.

“A presidente Brigitte vem realizando um grande trabalho junto ao Comitê Olímpico Francês e, ao lado de seus diretores, nos detalhou a estrutura organizacional e os projetos desenvolvidos por eles. Do nosso lado, pudemos explicar o nosso planejamento para os Jogos de Paris 2024. Esse encontro estreitou ainda mais os laços entre os Comitês”, afirmou Paulo Wanderley. 

“Brasil e França possuem uma ótima relação dentro do esporte. Grandes nomes do nosso esporte são reverenciados até hoje por aqui, como o Guga (Kuerten), que foi tricampeão de Roland Garros. Além disso, os dois países possuem semelhanças no esporte de alto rendimento: têm tradição nos esportes coletivos e histórico de bons resultados nas mesmas modalidades individuais, caso do judô”, explicou Ney Wilson.  

Em 2022, a boa relação entre Brasil e França no Movimento Olímpico permitiu que a lenda do judô Teddy Riner iniciasse sua preparação visando Paris 2024 justamente no CT do COB, no Rio de Janeiro. O tricampeão olímpico e decacampeão mundial treinou por dez dias no Maria Lenk, ao lado dos principais pesos pesados brasileiros. 

Ainda em março, as seleções femininas de judô dos dois países se reuniram em Pindamonhangaba (SP) para um treinamento de campo. Já no mês seguinte, foi a vez dos três melhores mesatenistas franceses da atualidade – Simon Gauzy, Can Akkuzu e Alexis Lebruin – virem ao país e treinarem com Hugo Calderano, Vitor Ishiy e Eric Jouti. Eles ainda disputaram um torneio amistoso no Rio de Janeiro.

Outras notícias + Lista completa