Carregando...
COB

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O presidente do Comitê Olímpico do Brasil, Paulo Wanderley, vem a público fazer os seguintes esclarecimentos a respeito de conversa com os representantes da Comissão de Atletas (Cacob) em um grupo de WhatsApp, no dia 8 de abril de 2022, sobre a eleição para os membros do Conselho de Ética da entidade:

1. Após confirmar presença em encontro presencial com a Cacob, o dirigente comentou sua percepção política de que a ex-nadadora Joanna Maranhão teria votação expressiva e de que o ex-integrante do Conselho de Ética Alberto Murray seria pouco votado. Em seguida, Paulo Wanderley perguntou no grupo se os atletas votariam em bloco ou de forma individual.

2. A atual presidente da Cacob, Yane Marques, respondeu que o grupo votaria como “um bloco sólido”, “respeitando, óbvio, alguma discordância”. 

3. Às 9h37, o presidente perguntou, por mera curiosidade política, se os atletas tinham fechado questão sobre se votariam em Bernardino Santi ou Sami Arap. Na mensagem, Paulo Wanderley sublinha que gostaria de saber da decisão somente se Yane não considerasse que isso geraria problemas a ela.

4. Dois minutos depois, o dirigente entendeu que a pergunta poderia ser mal-interpretada e voltou atrás. “Aliás, desculpe minha mensagem. Não quero saber de nada.”

5. A respeito do episódio, o presidente Paulo Wanderley reconhece que o diálogo foi inoportuno. Enfatiza, ainda, que conversas sobre preferências políticas são normais em um ambiente democrático e de escolha de representantes, ainda que em nenhum momento tenha feito qualquer indicação ou pedido de voto para quaisquer dos candidatos ao Conselho.

6. O presidente deseja que os membros eleitos no dia 12 de abril cumpram de forma exemplar e autônoma suas funções de julgar malfeitos e defender os princípios éticos do Movimento Olímpico brasileiro.

Outras notícias + Lista completa