Carregando...
Time Brasil

Mais atletas comemoram duas medalhas de ouro no sub-18 de atletismo

Renan Akamine, Samanta Santos e Lucas Alves da Silva conquistaram novas vitórias na tarde deste domingo, no encerramento do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa Sub-18

Mais atletas comemoram duas medalhas de ouro no sub-18 de atletismo
Wagner Carmo/CBAt

O paulistano Renan Firakawa Akamine (Centro Olímpico-SP), a paulista Samanta Santos da Silva Lopes (Luasa-SP) e o mato-grossense Lucas Alves da Silva (APADA-MT) foram os destaques da última etapa do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa Sub-16 de Atletismo, encerrado na tarde deste domingo (3/10), no Centro Nacional de Treinamento em Atletismo de Cascavel, Paraná. Os três conquistaram a segunda medalha de ouro em provas individuais e receberam aplausos dos medalhistas olímpicos Vanderlei Cordeiro de Lima, Edson Luciano Ribeiro e Claudio Roberto de Sousa, presentes na competição.

No salto em distância, Renan Akamine venceu com 6,41 (-0.2), depois de ganhar o salto com vara com 3,70 m. “Eu esperava ganhar as duas medalhas de ouro, mas queria um resultado um pouco melhor no distância, mas o clima não ajudou. No salto com vara consegui minha melhor marca. Foi bastante gratificante”, disse Renan, que começou há seis anos, numa equipe chamada Atletismo Diadema, da colônia japonesa. Ele entrou no Centro Olímpico em 2017. Fazia salto em distância e começou no salto com vara em 2019 se preparando para Brasileiro Sub-16, em Fortaleza. “Acho que meu coração vai pela vara, que encaro como uma prova técnica e muito difícil.”

Murilo Henrique dos Santos Silva (APA-SP) conquistou a prata, com 6,26 m (-0.1), seguido de Leonardo Galvão Volpini (ASCOA-SC), com 6,18 m (0.5).

Lucas Alves da Silva (APADA-MT) ganhou a prova do lançamento do dardo neste domingo, com 49,15m, depois de ganhar o lançamento do disco (52,56 m). “Eu vim para Cascavel com a meta de levar os dois ouros para casa, só que as marcas não foram as esperadas por causa da chuva que atrapalhou um pouco”, disse o atleta, nascido em Araputanga (MT).

Jhoe Nyki Batista Branco de Moraes (AMA-MT) ficou com a prata, com 45,91 m no dardo, seguido de Miguel Antônio da Silva Alves (Clã Delfos-MG), com 44,11 m.

Já Samanta Santos da Silva Lopes (Luasa-SP), nascida em Taubaté, ganhou o arremesso do peso, com 12,15 m, após levar o ouro também no lançamento do disco, com 44,66 m. Yngred Vitória da Silva Lopes (APCEF-MG) ficou com a prata no peso, com 11,35 m, enquanto Vitória da Silva Barreto (ATA Três Lagoas-MS) levou o bronze, com 10,60 m.

Nos 300 m com barreiras, Vinicius Moraes Costa (ABDA-SP) foi o vencedor, com 38.17. “A prova foi muito boa. Errei a primeira passagem, mas depois acertei as outras, fui bem na curva e foi um sucesso. Eu consegui minha melhor marca no primeiro dia e agora novamente. Deu recorde pessoal”, comemorou o atleta de 15 anos, que treina com Evelyn Passos. “Comecei com 13 anos num projeto chamado City, em Bauru.”

Thiago Henrique Pestes Schuh (AATI-SC) ficou em segundo lugar, com 39.86, seguido de Benedito Vieira Lima Neto (AJMT-PI), com o tempo de 39.92.

Nos 300 m com barreiras feminino, Amanda Miranda da Silva (Geração Atletismo Cianorte-PR), com 46.51, foi a campeã. No lançamento do dardo feminino, a vitória foi de Beatriz Marafiga Cleudo (APCEF/MG), com 38,64 m. No revezamento feminino 4x75 m, APA/SECEL Jaraguá do Sul-SC foi a campeã com 38.52, e no masculino o ouro ficou com a Sogipa (RS), com 34.85.


Fonte: CBAt

Outras notícias + Lista completa