Carregando...
Lima 2019

João Paulo dos Santos termina entre os 10 melhores na final individual do hipismo adestramento

Após bronze por equipes em Lima e vaga garantida em Tóquio 2020, cavaleiros do Time Brasil encararam prova de alto nível nesta quarta-feira

João Paulo dos Santos termina entre os 10 melhores na final individual do hipismo adestramento
Luis Ruas/CBH

Os instegrantes do Time Brasil de hipismo adestramento, João Paulo dos Santos, Leandro Silva e João Victor Oliva, disputaram na manhã desta quarta-feira, dia 31, a final individual nos Jogos Pan-americanos Lima 2019.

Após a medalha de bronze por equipes, conquistada no dia 29, no Club Hípico Militar, em La Molina, e a vaga carimbada para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020, os brasileiros enfrentaram uma prova bastante disputada e de alto nível técnico.

João Paulo dos Santos terminou na oitava colocação, com 72,685%, Leandro Silva foi o 11º, com 71,420%, e João Victor Oliva o 12º, com 70,665%. Competindo no Grand Prix, Leandro Silva já garantiu seu primeiro índice para os Jogos Olímpicos. 

"Para nós o resultado foi perfeito, alcançamos a vaga olímpica. Todos os integrantes da equipe João Paulo, Leandro, João Victor, Pedro Almeida e Mauro Pereira Junior fizeram um excelente trabalho", explicou a chefe de equipe Sandra Smith de Oliveira Martins, diretora de adestramento da Confederação Brasileira de Hipismo. "Agora os cavaleiros devem buscar índice técnico na Europa. Até 31/12 precisamos ter três cavaleiros com dois índices para manter a vaga e até a metade do ano 2020 haverá as seletivas finais para formar a equipe olímpica.", completou.

Os cavaleiros também se mostraram satisfeitos com o resultados, a exemplo de Pedro Almeida e Mauro Pereira Jr (integrantes da equipe em Lima), e outros candidatos à equipe olímpica. Eles devem competir na Europa no segundo semestre em busca de índice técnico para a Olimpíada, em que as equipes serão formadas por apenas três conjuntos e a disputa é exclusivamente no Big Tour (Grand Prix, Grand Prix Special e Freestyle Grand Prix).

"Gostei da prova, montei com deveria ser, no finalzinho teve um erro de transição, mas acho que poderia ter uma nota melhor. Mas está bom, estou feliz com meu desempenho. Agora devo ir para Europa, confirmar meus cavalos no Grand Prix e buscar uma vaga na equipe em Toquio", disse João Paulo que integrou a equipe medalha de bronze no Pan 2015.

A medalha de ouro ficou com a americana Sarah Lockman, seguida pela canadense Tina Irwin, com a prata, e outra americana, Jennifer Baumert, com o bronze.

Nesta sexta-feira, dia 2, começam as disputas do Concurso Completo de Equitação (CCE). O Time Brasil de CCE conta com os conjuntos: Carlos Parro montando Quaikin Qurious, Marcelo Tosi com Starbucks, Márcio Appel montando Iberon JMen, Rafael Mamprin Losano com Fuiloda G e Ruy Fonseca montando Ballypatrick SRS.

Com informações da Confederação Brasileira de Hipismo

Outras notícias + Lista completa