Carregando...
COB

Governo Federal homenageia atletas e celebra o centenário da estreia do Brasil nos Jogos Olímpicos

Cerimônia realizada em Brasília relembra as dificuldades enfrentadas em Antuérpia 1920 e comemora a evolução apresentada para Tóquio 2020


Compartilhe
Governo Federal homenageia atletas e celebra o centenário da estreia do Brasil nos Jogos Olímpicos
Ministério da Cidadania/Divulgação

O Governo Federal abriu oficialmente nesta quarta-feira, dia 19, as comemorações do centenário da estreia brasileira em Jogos Olímpicos. Em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, que contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do presidente do COB, Paulo Wanderley, 14 ídolos do esporte brasileiro, de Antuérpia 1920 a Tóquio 2020, foram homenageados com a Cruz do Mérito Desportivo.

“Com equipamentos emprestados, nós conquistamos nossas primeiras medalhas olímpicas em 1920: um ouro, uma prata e um bronze. Agora, graças ao trabalho incansável do COB, à generosidade dos apostadores nas loterias da Caixa, ao programa Bolsa Atleta e aos programas de incentivo ao atleta de alto rendimento oferecido pelas Forças Armadas, o Time Brasil chegará a Tóquio 2020 melhor do que no Rio 2016”, declarou Paulo Wanderley.

A lista é composta por referências do passado, como o atirador Guilherme Paraense (primeiro medalhista de ouro do país nos Jogos Olímpicos, em 1920) e a nadadora Maria Lenk (primeira sul-americana a disputar o evento, em 1932), além de grandes nomes da atualidade, caso do canoísta Isaquias Queiroz. Completam a lista: Arthur Zanetti (ginástica artística), Aurélio Miguel (judô), Janeth Arcain (basquete), Lars Grael (vela), Marcelo Ferreira (vela), Torben Grael (vela), Natália Falavigna (taekwondo), Poliana Okimoto (maratonas aquáticas), Ricardo Santos (vôlei de praia), Robson Conceição (boxe) e Rogério Sampaio (judô).

“Fiquei muito feliz de ser homenageado neste evento que tem por objetivo comemorar os cem anos de participação do Brasil nos Jogos Olímpicos e me senti honrado por estar ao lado de grandes atletas. Esse é um ano realmente para ser comemorado”, declarou o diretor Geral do COB e campeão olímpico de judô em Barcelona 1992, Rogério Sampaio.

Marcada justamente na data em que se comemora o Dia do Esportista, a solenidade contou ainda com uma exposição fotográfica e com a apresentação de uma moeda e de um selo comemorativos.

“Falar sobre o centenário olímpico do Brasil é fazer uma viagem no tempo e, hoje, passados cem anos daquela aventura, celebramos com imenso orgulho, a coragem e a determinação de nossos primeiros atletas olímpicos”, afirmou o Secretário Especial do Esporte, General Décio Brasil.

Na edição de Antuérpia 1920, a delegação brasileira foi composta por 22 atletas, de cinco modalidades (natação, polo aquático, remo, saltos ornamentais e tiro esportivo). Na ocasião, a viagem foi marcada por diversos imprevistos, sobretudo no navio que levou os competidores à Bélgica. Passados cem anos, a realidade é totalmente diferente.

“Nossos atletas viajarão para Tóquio nos melhores aviões e farão escala em Toronto (Canadá), onde poderão descansar em um hotel no aeroporto até partirem para o Japão. Muitos deles chegarão 12 dias antes de suas competições. Não haverá imprevistos dessa vez, até porque, desde 2018, o COB já tem definida suas nove bases, que vão oferecer alimentação brasileiras e toda a logística necessária”, finalizou Paulo Wanderley.

Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais