Carregando...
Jogos da Juventude

Família do Paraná supera acidente em viagem para os Jogos da Juventude para ver filho ser ouro no triatlo

Sem ferimentos, pai, mãe e irmã de Arthur Morer seguiram viagem para Ribeirão Preto para acompanhar o jovem se tornando o primeiro campeão da modalidade na competição

Família do Paraná supera acidente em viagem para os Jogos da Juventude para ver filho ser ouro no triatlo
Luiza Moraes/COB

Um verso de uma antiga música diz que “sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade”. E essa pode ser a definição da família Morer. Fabiano e Ana Beatriz praticam corrida por hobbie, mas o filho mais velho, Arthur, escolheu o triatlo como o esporte da família há 3 anos. Desde então, estar nos eventos da modalidade é a rotina de todos os familiares, inclusive de Clara, de 10 anos, que também ingressou no esporte por causa do irmão. Na primeira aparição do triatlo nos Jogos da Juventude, Arthur foi o representante do Paraná e a família, claro, resolveu ir torcer por ele de perto. Mas antes do sonho virar realidade, houve um imprevisto.

“Eu rodei com o carro na saída do Paraná para São Paulo e fomos parar no barranco. Graças a Deus, ninguém se feriu, mas o carro ficou bastante danificado. Liguei para o corretor que disse que enviaria um carro para nos levar de volta para casa. Mas queríamos estar perto do Arthur nesse momento e perguntei se o carro, ao invés de nos levar para casa, poderia nos trazer para Ribeirão. Depois de uns minutos, ele disse que sim, mas queria que o Arthur trouxesse a medalha de ouro”, contou Fabiano.