Carregando...
Tóquio 2020

Edival Marques vence canadense e garante primeira vaga do Brasil em Tóquio no taekwondo

Antes de vencer Andrew Park por 30 a 18, “Netinho” ainda passou por paraguaio e uruguaio para carimbar o passaporte para os Jogos Olímpicos


Compartilhe
Edival Marques vence canadense e garante primeira vaga do Brasil em Tóquio no taekwondo
Divulgação/CBTKD

O Brasil se garantiu nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 em mais uma modalidade. Nesta quarta-feira, 11, Edival Marques, o Netinho, venceu três lutas no Qualificatório que está sendo realizado na cidade de Heredia, na Costa Rica, e garantiu o taekwondo brasileiro no Japão. Na luta decisiva pela vaga na categoria até 68kg, o atual campeão dos Jogos Pan-americanos derrotou, de virada, o canadense Andrew Park por 30 a 18 e, ao se garantir na decisão da competição, carimbou o passaporte a primeira Olimpíada da carreira.

"Estou muito feliz. A última luta foi um pouco tensa, tava perdendo por 13 a 10, mas, graças a Deus, consegui virar. Sempre foi meu sonho, desde pequeno quando comecei a fazer taekwondo, sempre falava com meu pai: quero ir pras Olimpíadas. Agora já liguei pra ele e avisei que vou estar lá no Japão. Consegui realizar meu sonho. Rumo a Tóquio", disse Netinho.

O paraibano fez a primeira luta contra o paraguio Carlos Gimenez e venceu com autoridade, por 30 a 6. Na sequência, foi a vez de enfrentar o uruguaio Federico Gonzalez pelas quartas-de-final. Outra vitória tranquila por 22 a 6. Na semifinal, Netinho chegou a estar perdendo por 13 a 10 no fim do segundo round, mas conseguiu se impor e controlar a luta para fechar o placar por 30 a 18. O outro classificado na categoria foi Bernardo Pie, da República Dominicana. Como a disputa é apenas pelas vagas dadas ao classificados nas semifinais, não haverá disputa de final.

O Brasil ainda tenta outras três vagas olímpicas no taekwondo com Talisca Reis (categoria até 49kg), Milena Titoneli (até 67kg) e Ícaro Miguel (até 80kg), que lutam nesta quinta-feira. A preparação final da equipe foi realizada no Centro de Treinamento do Time Brasil, no Rio de Janeiro.

"Agora vou dar o máximo de força para os meus companheiros. O Brasil está tendo resultados muito bons nas Américas. Tenho muita confiança neles. Nunca conseguimos as quatro vagas quando a disputa foi no formato de pré-olímpico, mas temos certeza que vamos história e conseguir a classificação de todos", completou Netinho.

Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais
Recursos das Loterias Federais