Carregando...
COB

Edital do Bolsa Atleta é lançado pelo Governo Federal com inscrições e acompanhamento dos processos via internet

Os candidatos poderão se inscrever de 26 de janeiro a 15 de fevereiro através do site; a publicação de editais em janeiro é parte do processo de modernização do programa


Compartilhe
Edital do Bolsa Atleta é lançado pelo Governo Federal com inscrições e acompanhamento dos processos via internet

O Governo Federal publicou nesta quinta-feira (21.01), o novo edital do Bolsa Atleta. Fundamental para o desempenho e a evolução do esporte brasileiro desde a sua criação, em 2005, a partir de agora, os candidatos não precisarão mais enviar documentos pelos Correios. O Ministério da Cidadania lançou um sistema digital para facilitar as inscrições e o acompanhamento dos processos de análise e concessão do benefício.

A partir do dia 26 de janeiro, os atletas candidatos poderão realizar a inscrição e enviar documentos como declarações de clube e de patrocinadores direto pelo sistema em um ambiente seguro e totalmente virtual. É nele também que o candidato à bolsa deverá preencher o plano esportivo, acompanhar o andamento da análise da inscrição e verificar periodicamente a existência de pendências. O período de inscrições segue até 15 de fevereiro. Quando for publicada a lista de contemplados no Diário Oficial da União, o atleta poderá, por meio do sistema, enviar os dados bancários e assinar o termo de adesão.

"A criação desse novo sistema e o nosso compromisso de publicar editais do Bolsa Atleta sempre em janeiro demonstram o empenho do Governo Federal em reorganizar o calendário de inscrições e de pagamentos do programa, sempre respeitando os resultados esportivos do ano anterior", ressalta o secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães. "Estamos dando início a uma série de mudanças para que o Bolsa Atleta fique mais moderno, ágil e, assim, traga ainda mais frutos ao esporte brasileiro", avalia.

A previsão orçamentária para o Bolsa Atleta em 2021 é de R$ 145 milhões, a maior desde 2014. A expectativa é que, em 2021, o programa supere os números do último edital, que contemplou 6.357 atletas de modalidades olímpicas e paralímpicas. Como a Secretaria Especial do Esporte já havia anunciado em agosto do ano passado, o edital contempla, pela primeira vez, resultados esportivos de dois anos (2019 e 2020), uma estratégia, segundo o Ministério da Cidadania, para que os atletas não sejam prejudicados pelos efeitos da pandemia de Covid-19.

+ Veja o Passo a Passo e outras informações sobre o Bolsa Atleta neste link 


Fonte: Ministério da Cidadania


Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais
Recursos das Loterias Federais