Carregando...
Rosário 2022

Dobradinha dourada do triatlo brasileiro em Rosário

Após o ouro de Julia Munhoz, Vinícius Santana também subiu ao degrau mais alto do pódio no Sul-americano da Juventude

Dobradinha dourada do triatlo brasileiro em Rosário
Beto Noval/COB

O triatlo brasileiro brilhou na manhã desta quinta-feira, dia 5, em Rosário, Argentina. Assim como na prova feminina, com Julia Munhoz, o Brasil também conquistou a medalha de ouro dos Jogos Sul-americanos da Juventude entre os homens. Vinícius Santana, em 55min43s, foi o primeiro colocado no percurso de 20 km de ciclismo e 7,5km de corrida. A natação foi cancelada devido à baixa temperatura da água do lago do Parque da Independência. A medalha de prata ficou com Juan Tacuri, do Equador, e o bronze com Luciano Carrizo. Agora, o Brasil tem 101 medalhas na competição, sendo 47 ouros, 29 pratas e 25 bronzes. 

A medalha de ouro nos Jogos Sul-americanos é o primeiro grande resultado internacional de Vinícius. “É muito importante saber que estou aqui nos Jogos podendo inspirar outros jovens brasileiros e é ótimo conseguir um resultado como esse para o nosso país. É a minha primeira competição internacional, é muito legal estar com pessoas de outros países e espero estar aqui mais vezes. Tive muito tempo de treinamento, ainda mais com a pandemia, e quando chegou a oportunidade eu estava preparado”, destacou o paranaense de 17 anos. 

O brasileiro liderou a prova do começo ao fim e detalhou a estratégia vencedora. “A prova foi muito dura. A estratégia foi fazer força na primeira volta, tentar segurar ao máximo no ciclismo e na última corrida dar tudo para conseguir o resultado. Acabou que fiquei sozinho no ciclismo e tive que fazer força do começo ao fim”, explicou Vinicius, que teve a companhia do seu pai na torcida em Rosário. Ele viajou de carro de Curitiba até a Argentina.

O triatlo brasileiro volta a competir no sábado na prova de revezamento misto, a partir das 8hs.   

Outras notícias + Lista completa