Carregando...
Time Brasil

Depois do inédito ouro em Mundiais Jr., Kawan Pereira leva bronze no trampolim de 1m em Kiev

Esta é a segunda medalha do atleta brasileiro no Mundial Junior de Saltos Ornamentias, na Ucrânia;e le já havia conquistado o ouro no trampolim de 3m

Depois do inédito ouro em Mundiais Jr., Kawan Pereira leva bronze no trampolim de 1m em Kiev
Kawan Pereira com a medalha de bronze do Mundial Jr. Foto: Divulgação CBDA

Kawan Pereira conquistou, nesta segunda-feira (6), a medalha de bronze no Campeonato Mundial Junior de Saltos Ornamentais, que é realizado em Kiev, na Ucrânia. Esta é a segunda medalha do atleta brasileiro na competição. Ele já havia conquistado o ouro no trampolim de 3m. Kawan teve mais um belo desempenho na competição e mais uma vez marcou seu nome na história da modalidade. O atleta brasileiro somou 477,15 pontos no trampolim de 1 metro para subir ao pódio novamente. Na eliminatória, ele havia se classificado com a segunda melhor marca: 438,56.

As medalhas de Kawan foram conquistadas em provas em que ele não é especialista. O atleta, de 19 anos, dedica seus treinamentos à disputa de plataforma, prova em que foi finalista olímpico, terminando em décimo lugar em Tóquio 2020.

A prova de plataforma será na próxima quinta-feira, quando Kawan pode conquistar sua terceira medalha no Campeonato Mundial Junior.

Medalha de ouro nos 3m

Na sexta-feira, dia 3, Kawan Pereira foi campeão no mesmo torneio, mas no trampolim de 3m. Essa foi a primeira medalha de ouro na competição para atletas da categoria júnior na história da modalidade no Brasil. 

Para chegar a final, Kawan passou em 11º lugar com 473,25 pontos. Na final, apenas com 12 atletas, o atleta brasileiro conquistou o ouro no trampolim de 3m com 532,60 pontos. O ucraniano Danylo Konovalov fez os mesmos 532,60 pontos e também conquistou a medalha de ouro.

Essa foi a segunda medalha do Brasil na história de Campeonatos Mundiais Jrs. Em 2002, Hugo Parisi, atual chefe de equipe da delegação em Kiev, e Ubirajara Barbosa foram ao pódio no sincronizado.

Na mesma prova em que Kawan foi campeão, o brasileiro Rafael Fogaça terminou na 12ª colocação com 414,45 pontos

Kawan Pereira vive um ano espetacular. Além das duas medalhas no Campeonato Mundial, ele foi o único brasileiro a ficar no top 10 em uma prova de plataforma em Jogos Olímpicos e conquistou o bronze nos Jogos Pan-Americanos Jr de Cali, que terminou na última semana.

fonte: CBDA

Outras notícias + Lista completa