Carregando...
Time Brasil

Daniel Cargnin é o melhor brasileiro no primeiro dia do World Masters, em Doha

Brasileiro venceu ex-número um do mundo na estreia, mas parou nas oitavas, diante do atual vice-campeão olímpico, Baul An


Compartilhe
Daniel Cargnin é o melhor brasileiro no primeiro dia do World Masters, em Doha
Frame Youtube IJF

O judô brasileiro estreou, na madrugada desta segunda-feira, 11, no World Masters, em Doha, Catar, competição que abre o Circuito Mundial IJF 2021 e distribui até 1.800 pontos no ranking qualificatório para Tóquio 2020. Dos seis brasileiros que lutaram neste primeiro dia, Daniel Cargnin foi quem apresentou melhor desempenho, conseguindo o primeiro ippon do judô brasileiro no ano olímpico.  

Atual número 6 do mundo e cabeça de chave no meio-leve masculino (66kg), Daniel pegou uma chave com adversários duros logo de início. Superou por ippon o primeiro, Tal Flicker, de Israel, ex-número um do mundo e vice-campeão europeu, para avançar às oitavas-de-final.  

Nessa fase, o brasileiro tentou se impor diante do sul-coreano Baul An, atual vice-campeão olímpico e campeão mundial em 2015, mas cometeu três faltas e perdeu a luta por “hansoku make”, ficando fora das disputas por medalhas.  

Na mesma categoria, o Brasil ainda teve Willian Lima, que caiu na primeira luta, por ippon, diante do uzbeque Sardor Nurillaev.  

Mesmo desempenho dos três ligeiros brasileiros, que também pararam na estreia. Eric Takabatabe, um dos cabeças-de-chave do torneio, levou um waza-ari no Golden Score com Temur Nozadze, da Geórgia; Felipe Kitadai sofreu três punições no combate com o britânico Ashley McKenzie; e Phelipe Pelim também parou nas punições diante do francês Walide Khyar.  

A única representante do judô feminino no primeiro dia foi Larissa Pimenta (52kg), que também chegou como cabeça-de-chave, mas não conseguiu se impor no duelo com a sul-coreana Park Da Sol, que forçou três shidos na brasileira e venceu a luta válida pela primeira rodada.  

O World Masters continua nesta terça e quarta-feiras e o Brasil terá outras 12 chances de buscar sua primeira medalha no ano olímpico. Ketleyn Quadros (63kg), Aléxia Castilhos (63kg), Maria Portela (70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg) e Eduardo Yudy (81kg) lutarão na manhã de terça, a partir das 11h (horário de Brasília).  

Na quarta, último dia de evento, o Brasil será representado por Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva (+100kg), David Moura (+100kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg). As preliminares começam às 4h da manhã (horário de Brasília) e as finais às 11h (horário de Brasília).


Fonte: CBJ

Outras notícias + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais
Recursos das Loterias Federais