Carregando...
Santiago 2023

Atletas do Time Rio conquistam 56 medalhas em Santiago 2023

Parceria entre COB, Prefeitura do Rio de Janeiro e CPB segue para os Jogos Olímpicos Paris 2024

Atletas do Time Rio conquistam 56 medalhas em Santiago 2023

A parceria do Comitê Olímpico do Brasil com a Prefeitura do Rio de Janeiro e o Comitê Paralímpico Brasileiro rendeu muitos pódios em Santiago 2023. Encerrados os Jogos Pan-americanos e Parapan-americanos, os atletas do Time Rio conquistaram, ao todo, 56 medalhas. Foram 26 no Pan, sendo 12 ouros, nove pratas e cinco bronzes; e 30 no Parapan (12 ouros, seis pratas e 12 bronzes).

“Os resultados, tanto no Pan como no Parapan foram excepcionais. Os atletas do Time Rio Olímpico e Paralímpico deram um show no Chile e trouxeram para casa muitas medalhas. Mesmo quem não subiu no pódio teve uma performance excelente e estamos muito orgulhosos de todos. A parceria entre a Prefeitura, o Comitê Olímpico do Brasil e o Comitê Paralímpico Brasileiro está rendendo os frutos que esperávamos e tenho certeza que seremos muito bem representados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris 2024”, comemorou o secretário de Esportes, Guilherme Schleder.

Extinto em 2016, o programa Time Rio foi retomado no ano passado mantendo o objetivo de proporcionar tranquilidade para que os atletas da cidade possam treinar e competir no mais alto nível, se dedicando exclusivamente ao treinamento e desenvolvimento para busca de resultado em Jogos Olímpicos e Pan-americanos. Hoje, o Time Rio conta com 36 atletas olímpicos e 24 paralímpicos, que são beneficiados pela Prefeitura com uma bolsa mensal de cerca de R$8 mil.

Os Jogos Pan-americanos Santiago 2023 contaram com a participação de 23 atletas do Time Rio. Destes, 17 conquistaram medalhas. Na natação, Guilherme Costa ganhou quatro medalhas de ouro: 400m livre, 800m livre, 1.500m livre e no revezamento 4x200m livre. No feminino, Nathalia Almeida levou a prata no revezamento 4x200m estilo livre.

Na ginástica artística, foram oito medalhas. Na disputa por equipes, Rebeca Andrade, Flavia Saraiva e Jade Barbosa ajudaram na conquista da prata. Na disputa individual, Rebeca levou o ouro no salto e na trave, além da prata nas barras assimétricas. Flavinha faturou a prata no individual geral, no solo e na trave, além do bronze nas assimétricas.

Nos saltos ornamentais, Ingrid Oliveira ganhou a medalha de bronze na plataforma sincronizada de 10m, ao lado de Giovanna Pedroso. No levantamento de peso, Laura Amaro ganhou o bronze na categoria para atletas de mais de 81 kg.

No remo, Lucas Verthein conquistou o ouro no skiff simples, resultado que tirou o Brasil do jejum de 36 anos sem o topo do pódio na modalidade. No judô, Rafaela Silva conquistou o ouro em sua categoria, e ela e Luana Carvalho ajudaram a equipe mista a garantir a medalha de prata. Ana Sátila conquistou dois ouros, no C1 feminino da canoagem slalom e no kayak cross K1. Na maratona aquática, Ana Marcela Cunha ganhou a prata na prova dos 10 km.

Na vela, Kahena Kunze conquistou, ao lado da parceira Martine Grael, o ouro na Classe 49er FX. Com o resultado, a dupla se tornou bicampeã da competição e estará nos Jogos Olímpicos Paris 2024. Gabriela Nicolino, velejadora do Time Rio, ficou com o bronze junto do companheiro Samuel Albrecht na classe Nacra 17. Com o resultado, a dupla conquistou a vaga para o Brasil em Paris 2024.

No wrestling, Giullia Penalber conquistou o ouro e Joilson Junior ficou com a prata na categoria até 77 kg. Também teve medalha no atletismo. No penúltimo dia de competição, Viviane Lyra alcançou o bronze no revezamento misto da marcha atlética, ao lado de Caio Bonfim.

Os atletas contaram com um incentivo extra do município: a conquista de medalha no Pan e no Parapan de Santiago valeu o direito de receber mais duas parcelas do benefício mensal. Nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris 2024, quem subir no pódio ganhará mais cinco parcelas.


Fonte: Prefeitura do Rio

Outras notícias + Lista completa