Carregando...
Antidoping

Antidoping: perguntas e respostas sobre o consumo de Canabidiol

Confira alguns pontos importantes e fundamentais sobre a utilização da substância por parte dos atletas

Antidoping: perguntas e respostas sobre o consumo de Canabidiol
Canabidiol pode ser consumido de várias formas. Foto: Getty Images

Você já ouviu falar em Canabidiol (CBD)?

Pois bem! Nos últimos 10 anos, o número de produtos à base de canabidiol, o famoso CBD, vem crescendo de forma vertiginosa, podendo ser adquiridos através de diferentes formas - óleos, extratos, pomadas, cremes para cabelo, entre outros.


Mas o que é Canabidiol exatamente?

O CBD é um dos cerca de 110 canabinóides conhecidos produzidos pela planta cannabis. Tem uma estrutura química diferente do tetrahidrocanabinol (THC), que é a substância psicoativa, e que os usuários de drogas usam para ficar “chapados”. O CBD não tem esse efeito.


Será que os atletas podem usar com segurança? Qual é o status do Canabidiol no esporte?

Atualmente, o CBD não entra na lista de substâncias proibidas da WADA, a famosa Lista Proibida, e o seu uso é permitido.

Todos os outros canabinoides, incluindo o THC, dentre muitos outros, são proibidos para testes realizados em competição. Entretanto, é muito difícil extrair apenas o CBD da planta cannabis. Por isso, a grande maioria dos produtos de CBD comercializados conterá uma mistura de substâncias derivadas presentes naturalmente na planta, principalmente o THC, que é proibido e, a partir de uma certa concentração, poderá ser reportado como um Resultado Analítico Adverso (RAA). Além disso, outros canabinoides da Lista Proibida não têm limite de notificação, ou seja, qualquer quantidade detectada na amostra de um atleta será considerada um RAA, e o atleta pode ser sancionado por isso.


E qual é a composição dos produtos de Canabidiol - CBD?

Isso pode variar de acordo com a variedade e a parte da planta utilizada e, ainda, o processo de preparação do produto.

Esses fatores dificultam, por exemplo, o fornecimento de uma resposta precisa se o uso de um determinado produto levaria um atleta a estar em seu corpo THC suficiente para um RAA, caso fosse testado em competição, mesmo que o consumo tenha sido feito fora de competição.


E os produtos à base de canabidiol – CBD? Os atletas correm algum risco de contaminação?

Apesar do CBD ser permitido, existe um risco para os atletas que o utilizam. Vários estudos apontam o risco de ingerir, inadvertidamente, um produto à base de CBD que contenha uma alta concentração de THC, o que levaria, então, a um resultado positivo no controle de doping.


Qual é a posição do COB em relação ao uso de produtos de canabidiol – CBD no esporte?

A utilização de qualquer produto à base de CBD fica por conta e risco do atleta. Lembrando que todos devem aderir ao princípio da responsabilidade estrita e são os únicos responsáveis por quaisquer substâncias encontradas em seu organismo.

Assim, os produtos à base de CBD devem ser considerados da mesma forma que todos os outros fármacos e suplementos nutricionais. Caso seja apontado um RAA, será aplicado o devido processo legal e, se for o caso, as sanções apropriadas pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem, exatamente como acontece com todos os outros casos para testagem positiva em controles de doping.

Outras notícias + Lista completa