Carregando...
COB

Ana Patrícia e Duda, Bia Haddad e Rebeca Andrade, no feminino; Filipe Toledo, Hugo Calderano e Marcus D´Almeida, no masculino, concorrem ao troféu de Melhores Atletas do Ano

Prêmio Brasil Olímpico 2023 será realizado no dia 15 de dezembro, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro

Ana Patrícia e Duda, Bia Haddad e Rebeca Andrade, no feminino; Filipe Toledo, Hugo Calderano e Marcus D´Almeida, no masculino, concorrem ao troféu de Melhores Atletas do Ano

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou neste domingo, dia 3, os nomes que concorrem ao troféu de Melhor Atleta do Ano de 2023. Ana Patrícia e Duda (vôlei de praia), Bia Haddad (tênis) e Rebeca Andrade (ginástica artística) são as representantes femininas. Já no masculino, a disputa será entre Filipe Toledo (surfe), Hugo Calderano (tênis de mesa) e Marcus D´Almeida (tiro com arco). 

Os vencedores serão revelados no dia 15 de dezembro, na cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro (RJ). Em 2022, os melhores do ano foram os medalhistas olímpicos e mundiais Alison dos Santos, do atletismo, e a ginasta Rebeca Andrade.

A festa de gala do esporte brasileiro celebrará um ano que ficará marcado pela histórica participação do Time Brasil nos Jogos Pan-americanos Santiago 2023. Ao fim da maior competição multiesportiva das Américas, em outubro e novembro no Chile, o Brasil conquistou a segunda colocação geral e quebrou o recorde de medalhas totais (205) e o de medalhas de ouro conquistadas em uma mesma edição (66). 

Além disso, em 2023, até este momento, o Brasil conquistou 19 medalhas em campeonatos mundiais ou competições similares.

“Todos os concorrentes ao troféu de Melhor Atleta do Ano do Prêmio Brasil Olímpico 2023 são representantes de alto nível do esporte brasileiro. Importante destacar a qualidade destes atletas e o futuro promissor para o nosso esporte em diferentes modalidades. O ano de 2023 foi de grandes resultados para o nosso país e é um orgulho enorme para o COB celebrar essas conquistas e homenagear as grandes estrelas do espetáculo, os atletas. Foi um ano de muitos êxitos, principalmente nos Jogos Pan-americanos, e em diversos campeonatos mundiais. O mais curto ciclo olímpico da história vai chegando ao fim e o Brasil segue firme rumo a Paris 2024”, afirmou Paulo Wanderley, Presidente do COB.

O COB ainda anunciou, neste domingo, os nomes dos melhores atletas em cada uma das modalidades olímpicas e pan-americanas (veja abaixo)

O processo para a escolha dos indicados a Melhor Atleta do Ano e dos melhores das modalidades foi realizada por um colégio eleitoral formado por jornalistas, dirigentes, a Comissão de Atletas do COB, ex-atletas e personalidades do esporte.

A 24ª edição do Prêmio Brasil Olímpico terá um novo formato sem deixar de lado as já consagradas homenagens da noite de gala do esporte olímpico nacional. Além dos prêmios tradicionais aos melhores atletas de cada modalidade, esta edição conta com categorias inéditas: Retorno do Ano, Equipes do Ano (masculina e feminina) e Atleta Revelação. Somam-se a estes os tradicionais Atleta do Ano (masculino e feminino), Melhor das Modalidades, Prêmio Espírito Olímpico, Melhor Técnico Individual, Melhor Técnico Coletivo e Troféu Adhemar Ferreira da Silva. 

Os vencedores das principais categorias foram escolhidos por um colegiado eleitoral de especialistas no esporte olímpico em votação até o dia 29 de novembro. Já o público será responsável por definir quais atletas levarão para casa os prêmios de Atleta da Torcida e Prêmio Inspire e os novos Atleta Revelação e Retorno do Ano. As votações acontecem pelo site https://pbo.cob.org.br


Conheça os vencedores em cada modalidade do Prêmio Brasil Olímpico 2023:

Águas Abertas - Ana Marcela Cunha

Atletismo – Caio Bonfim

Badminton – Davi Silva e Sânia Lima

Basquete 3x3 – Leonardo Branquinho

Basquete 5x5 – Yago Mateus

Beisebol – Felipe Natel

Boliche - Roberta Camargo Rodrigues

Boxe - Beatriz Ferreira

Breaking – Mayara Colins (Mini Japa)

Canoagem Slalom - Ana Sátila Vargas

Canoagem Velocidade - Isaquias Queiroz

Ciclismo BMX Freestyle - Gustavo de Oliveira

Ciclismo BMX Racing - Paola Reis

Ciclismo Estrada - Ana Vitoria Magalhães

Ciclismo Mountain Bike - Henrique Avancini

Ciclismo Pista - Alice de Melo e Wellyda Rodrigues

Desportos na Neve – Noah Bethonico

Desportos no Gelo - Nicole Silveira

Escalada Esportiva - Anja Köhler

Esgrima - Nathalie Moellhausen

Esqui Aquático - Felipe Simioni Neves

Futebol – Kerolin Ferraz 

Ginástica Artística - Rebeca Andrade

Ginástica Trampolim – Camilla Lopes

Ginástica Rítmica – Barbara Domingos

Golfe – Valentina Bosselmann

Handebol - Bruna de Paula

Hipismo Adestramento - João Victor Oliva

Hipismo CCE – Marcio Carvalho Jorge

Hipismo Saltos – Stephan Barcha

Hóquei sobre Grama – Adam Imer

Judô – Beatriz Souza

Karatê – Bárbara Hellen Rodrigues

Levantamento de Peso - Laura Amaro

Nado Artístico – Gabriela Regly e Laura Miccuci 

Natação - Guilherme Costa

Patinação Artística - Bianca Corteze Ameixeiro

Patinação Velocidade - Guilherme Abel Rocha

Pentatlo Moderno - Isabela de Abreu

Polo Aquático – Gustavo Guimarães (Grummy)

Remo – Lucas Verthein

Rugby 7 – Rafaela Conti

Saltos Ornamentais - Ingrid de Oliveira

Skate - Rayssa Leal

Surfe - Filipe Toledo

Taekwondo – Maria Clara Pacheco

Tênis - Beatriz Haddad

Tênis de Mesa - Hugo Calderano

Tiro com Arco - Marcus Vinicius D’Almeida

Tiro Esportivo – Felipe Wu

Triatlo – Miguel Hidalgo

Vela - Martine Grael e Kahena Kunze

Vôlei de Praia - Ana Patricia e Duda Lisboa

Voleibol - Gabriela Guimarães 

Wrestling - Laís Nunes


Outras notícias + Lista completa