Carregando...
COB

100 dias para Paris 2024: COB faz megaoperação em sete países com equipamentos para os Jogos

Equipe de logística do Comitê vai despachar 10 containers em operação por via marítima, aérea e terrestre para levar infraestrutura aos Jogos Olímpicos

Equipe de logística do COB está na fase de separação dos materiais para serem enviados a Paris. (Foto: Marina Ziehe/COB)

Os Jogos Olímpicos Paris 2024 estão batendo à porta. Faltam apenas 100 dias para a maior competição multiesportiva do mundo e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) está nos ajustes finais para a participação dos brasileiros no evento. Visando a melhor estrutura para os atletas, o COB montou uma logística especial para os equipamentos que serão levados à capital francesa: é uma megaoperação que conta com dez containers carregados saindo de sete países diferentes rumo a Paris.

A complexidade na operação dos materiais brasileiros que vão ser utilizados durante os Jogos envolveu uma logística cuidadosa por parte do time de Jogos e Operações Internacionais do COB. No geral, serão transportados equipamentos de força e condicionamento, mobiliários diversos, equipamentos de TI, eletrodomésticos, materiais de marketing e equipamentos esportivos de modalidades como canoagem, vela, remo e atletismo. 

Ao todo serão dez containers carregados até a capital francesa, sendo dois deles destinados à Vila Olímpica, três ao quartel-general do Time Brasil na cidade de Saint-Ouen, dois específicos para uniformes, dois para os materiais da vela e um com materiais consumíveis (itens de fisioterapia, brindes, material promocional e de identidade visual, ou seja, todos os materiais que não retornarão para o Brasil). 

“A primeira fase da logística foi entender o escopo de atuação de cada área operacional e quais as infraestruturas que elas precisariam para desenvolver seus trabalhos durante os Jogos. Com isso começamos a preparar todos os materiais para carregar esses containers e a documentação para exportação, fase que está em operação neste mês de abril. No início de maio teremos o embarque dos containers com destino a Paris, com a entrega prevista para o início de junho”, explicou João Gabriel Pinheiro, líder de logística da missão Paris 2024 do COB. 

Além do transporte desses containers, que se deslocarão via marítima, o Comitê também organiza o despacho de materiais por meio de cargo aéreo. Serão dois fretes saindo do Brasil com varas do atletismo, barcos da canoagem slalom e mais materiais consumíveis. No geral, o COB está desenvolvendo uma megaoperação com movimentação de carga marítima, aérea e terrestre saindo de sete países diferentes com destino a Paris: China (uniformes), Paquistão (uniformes de competição), Holanda (equipamentos de condicionamento físico), República Tcheca (equipamentos de condicionamento físico), Portugal (barcos da canoagem velocidade, pisos de voleibol, tatames, botes da vela), Itália (botes da vela) e do próprio Brasil. 

“É um processo desafiador, porque são mais de 20 mil itens e mais de 10 toneladas de material. Reunir tudo isso e fazer a preparação para o embarque é um trabalho minucioso que tem muita gente envolvida. É um transporte internacional, envolve diversas áreas do COB e confederações, mas estamos planejados e, inclusive, teremos um local específico de armazenamento desses materiais em Paris, espaço que servirá como hub de distribuição para as bases”, pontuou João Gabriel. 

TRANSPORTE DE CAVALOS

Um ponto específico da operação de logística e transporte internacional de materiais do COB é o deslocamento dos cavalos do hipismo. O translado dos animais requer uma série de requisitos, que partem desde documentação específica quanto à escolha do fornecedor e dos tratadores e veterinários para acompanharem os cavalos no percurso. O objetivo principal é deixar cada animal confortável e evitar o estresse da viagem. Dessa forma, a operação brasileira vai contar com uma logística minuciosa: serão transportados nove cavalos oriundos da Inglaterra, Bélgica, Portugal e do próprio Brasil. 


Outras notícias + Lista completa