Carregando...
Jogos da Juventude

COB lança edital de candidatura para cidade-sede dos Jogos da Juventude 2026

Confira os requisitos necessários para tentar sediar o maior evento multiesportivo para atletas de até 17 anos do Brasil

COB lança edital de candidatura para cidade-sede dos Jogos da Juventude 2026
Cerimônia de abertura da edição Ribeirão Preto 2023. Foto: Washington Alves/COB

O Comitê Olímpico do Brasil lançou nesta segunda-feira, 15, o edital do processo de candidatura para as cidades que têm interesse em sediar os Jogos da Juventude 2026. Clique aqui para ler o documento, que conta com os detalhes necessários para concorrer. 

Os Jogos da Juventude são o maior evento multiesportivo para jovens de até 17 anos do Brasil. Organizá-lo requer muito planejamento e estrutura, mas também traz diversos benefícios à cidade-sede.

As cidades interessadas terão até o dia 31 de julho deste ano para enviar a proposta com todos os documentos exigidos. Na sequência, o COB publicará uma relação das classificadas nesta primeira fase. Por fim, serão realizadas visitas técnicas para definição da sede.

O anúncio da cidade vencedora será feito no dia 13 de novembro, durante a cerimônia de abertura da edição 2024 dos Jogos da Juventude, em João Pessoa. Em 2025, o evento será realizado em Brasília.

Em 2023 os Jogos da Juventude foram disputados em Ribeirão Preto.


Jogos da Juventude

Os Jogos da Juventude são organizados pelo COB por meio da diretoria de Desenvolvimento e Ciências do Esporte, sendo a porta de entrada para muitos que sonham com o caminho olímpico. Desde 2000, o evento reúne anualmente mais de 4.500 jovens atletas, de até 17 anos, oriundos de escolas públicas e privadas de todo o país.

Ao todo, 18 modalidades integram o programa dos Jogos da Juventude: águas abertas, atletismo, badminton, basquete, ciclismo, esgrima, ginástica rítmica, ginástica artística, handebol, judô, natação, taekwondo, tênis de mesa, tiro com arco, triatlo, voleibol, vôlei de praia e wrestling.

Para assegurarem sua presença no evento, os atletas devem estar matriculados em instituições de ensino e participar das seletivas classificatórias organizadas pelas 27 unidades federativas (26 Estados e o Distrito Federal), que contemplam mais de 2 milhões de jovens, de 40.000 escolas e 3.950 cidades brasileiras.

Outras notícias + Lista completa