Rio vence duelo contra São Paulo na decisão feminina da Primeira Divisão do vôlei

Rafaela Freitas, do Fluminense, se destaca na distribuição do jogo

Heuler Andrey/AGIF/COB
04/12/2012 16:16

O Centro Educacional da Lagoa (CEL-RJ) venceu o Colégio Campos Salles (SP) por 3 sets a 0, com parciais de 25/10, 25/23 e 25/18, nesta terça-feira, dia 4, e conquistou o título do torneio feminino de vôlei da Primeira Divisão das Olimpíadas Escolares Cuiabá 2012, para atletas de 15 a 17 anos. Com o resultado, a equipe carioca voltou a subir no lugar mais alto do pódio. Em Curitiba 2011, as cariocas perderam a decisão para Santa Catarina.

“O resultado da final não mostra o que foi o campeonato. Vencemos na estreia e perdemos para o Paraná na segunda partida. No jogo seguinte, o jogo contra o Rio Grande do Sul era de vida ou morte. Dali que a gente entrou na competição”, comentou a levantadora Rafaela Freitas, de 17 anos, logo após a vitória sobre as paulistas.

Rafaela distribuiu bem o jogo e foi um dos destaques do CEL, uma verdadeira seleção carioca formada em grande parte por atletas do Fluminense, com reforços de jogadoras de Vasco e Flamengo. O time carioca venceu o primeiro set com facilidade (25/10), mas encontrou um grande adversário no segundo set.

Com o reforço da niteroiense Ana Carolina Westermann, contratada em janeiro de 2012 pelo Sesi (SP), um dos melhores times do voleibol brasileiro, as paulistas abriram logo três pontos de vantagem (5 x 2). A capitã e levantadora Mariana Prazeres trouxe a central Ingrid Rizatti e a ponta Maressa Guimarães de volta para o jogo e o time liderou o jogo até o fim do segundo tempo técnico (16 x 14).

No entanto, depois de um belo rally, o Rio voltou a vencer o segundo set, com um toquinho de segunda da central Luisa Bonete. “O time entrou disperso em quadra. Parecia nervoso, desesperado. Nos pontos decisivos manter a calma faz a diferença”, considerou Ana Carolina, de 17 anos, que disputou a sua segunda Olimpíada Escolar da carreira. A primeira, em 2011, ela defendeu o CEL na conquista da medalha de prata e voltou a ficar com a prata no peito.

As cariocas aproveitaram o nervosismo do adversário e marcaram os oito primeiros pontos do terceiro set. Após o segundo tempo técnico, a vantagem era de dez pontos (16 x 6). As paulistas não se entregaram, diminuíram a diferença para apenas dois pontos (19 x 17), mas não tiveram forças para levar o jogo para o quarto set.

Duas jovens atletas campeãs das Olimpíadas Escolares 2012 acabaram de voltar de Lima, no Peru, onde defenderam a Seleção Brasileira no Campeonato Sul-americano Infanto-Juvenil, quando a equipe conquistou o vice-campeonato. “Nosso time era melhor, mas as peruanas tinham seis mil pessoas torcendo por elas o tempo todo e sentimos a pressão. Infelizmente não conseguimos trazer a taça”, disse a oposta Marcella Antunes. A líbero Laís Vasques também foi vice-campeã sul-americana e agora conquistou o título das Olimpíadas Escolares 2012.

Destaque ainda para a dupla Paula Hoffmann e Luisa Domingues, que conquistaram duas medalhas de ouro na competição. Elas também foram ouro no vôlei de praia. A dupla, joga junta desde 2010 e, em 2011, conquistou o título do Campeonato Mundial Sub-15, em Porto Rico.

Na preliminar, as catarinenses do Colégio Conexão, de Joaçaba (SC), venceram as gaúchas do Colégio Matin Luther por 3 sets a 1, parciais de 26/24, 30/28, 22/25 e 25/22, e conquistaram a medalha de bronze. Os jogos foram disputados no ginásio do Quilombo, em Cuiabá (MT).

As Olimpíadas Escolares são organizadas e realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizadas pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo e apoio da Prefeitura Municipal de Cuiabá e Governo do Estado de Mato Grosso.

TAGS: