Arthur e Juliano conquistam ouro no vôlei de praia

Dupla do Paraná foi formada no início do ano

Wagner Carmo/ Inovafoto/ COB
10/11/2013 21:49

O público compareceu ao Portal da Amazônia, neste domingo, dia 10, e vibrou com a conquista da dupla Arthur Lanci e Juliano Mende, do Colégio Nobel (PR), no torneio de vôlei de praia dos Jogos Escolares da Juventude Belém 2013, etapa de 15 a 17 anos. De virada, os paranaenses venceram Antônio Carlos e Jonas Paixão, do Centro Educacional da Lagoa (RJ), por 2 sets a 1 (8/21, 23/21 e 15/12) e conquistaram a inédita medalha de ouro. O bronze foi para a dupla Samuel e William (RN), que venceu Caio e Henderson (CE) com um duplo 21 /17. Na disputa feminina, o pódio ficou da seguinte forma: ouro para a dupla Paula e Luisa (RJ); prata com Ana e Verana (CE); e bronze para Eduarda e Rita (SE).

Medalha de prata em Cuiabá 2012, Arthur Lanci, 17 anos e 1,93m de altura, é bastante experiente. Pelo desempenho na capital do Mato Grosso, ele foi convocado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) para passar um período no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ). “Estou no vôlei de praia há dois anos. Em 2012, conquistei minha primeira medalha na estreia da modalidade nos Jogos Escolares e fui convocado para a Seleção. Fiquei muito feliz”, disse Arthur.

Atual campeão brasileiro Sub 21, Arthur venceu a primeira etapa do Sul-americano Juvenil, realizado no Paraguai, no inicio do mês, ao lado de Alexandre Elias. Esse torneio é classificatório para os Jogos Olímpicos da Juventude Nanjing 2014. Já Juliano Mende, 16 anos e 1,85m de altura, começou a praticar vôlei de praia no início do ano. Os jovens tiveram de deixar as cidades onde moravam com as famílias para treinar em Maringá, interior do Paraná, num projeto oferecido pelo Colégio Nobel. Arthur saiu de Paranavaí e Juliano, de Curitiba. Os dois formaram dupla no início do ano.

A estratégia traçada pela dupla paranaense durante o apático início de partida foi importante para a virada no jogo contra a equipe do Rio de Janeiro, de acordo com Arthur Lanci. “A primeira coisa foi conseguir organizar a cabeça e voltar para o jogo. Já que o primeiro set estava perdido, decidimos mudar de estratégia e cansar a dupla do Rio. Nos sets seguintes, conseguimos o nosso objetivo”, revelou.

O recente entrosamento da dupla também se revela no agradecimento com a conquista. “Estou muito feliz. Aprendi muito com o Arthur, que é mais experiente. Essa medalha é para nossas famílias, para o pessoal que mora e treina com a gente, para o treinador, para todo mundo. Sem eles, nós não somos nada”, resumiu Juliano Mende.

Para o treinador paranaense Robson Xavier, o resultado conquistado em Belém resultado da disciplina adquirida no esporte e na escola. “Nada acontece por acaso. O ano inteiro eles treinaram. Ralaram e se dedicaram bastante desde o começo, tudo dentro de um projeto. Eles são a prova de que investimento no esporte acaba dando certo”, disse o técnico.

Os Jogos Escolares da Juventude Belém 2013 são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém.

TAGS: