Carregando...

O Evento

Compartilhe


Maior competição estudantil do Brasil, os Jogos Escolares da Juventude reúnem jovens de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos, de escolas públicas e privadas de todo o país, em 14 modalidades. A competição foi criada pelo Comitê Olímpico do Brasil em 2005 e conta com o apoio do Ministério do Esporte e do Grupo Globo.

Em 2018 foi definido um novo formato para a competição, com três etapas regionais, destinadas a classificar as modalidades coletivas, e uma etapa nacional, com ambas as categorias, reunindo mais de seis mil atletas dos 26 estados mais o Distrito Federal. De acordo com o COB, o novo formato gerará uma redução orçamentária de aproximadamente 30% em relação aos anos anteriores.

Atualmente, o evento contempla mais de 2 milhões de jovens nas seletivas municipais e estaduais, organizadas pelos estados e municípios, representando 40.000 escolas de 3.950 cidades do Brasil. A regionalização por etapas permite que cidades com infraestrutura menor também possam sediar o evento.

A fase nacional tem 14 modalidades: atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia (apenas na categoria 15 a 17 anos), xadrez e wrestling. As etapas regionais serão disputadas por cerca de 1.100 atletas. Nelas serão definidos os classificados do basquete, futsal, handebol e vôlei para a fase nacional de Natal, nas duas categorias etárias.

A competição já revelou vários atletas para o alto rendimento, como a campeã olímpica Sarah Menezes e a campeã mundial Mayra Aguiar, ambas do judô. Na delegação brasileira que disputou os Jogos Olímpicos Londres 2012, nada menos do que 17 atletas do Time Brasil já haviam passado pela competição estudantil. O evento foi o responsável pelo surgimento de atletas como as finalistas olímpicas Rosângela Santos e Ana Claudia Lemos, do atletismo, do semifinalista Leonardo de Deus, da natação, além do jogador de basquete Raulzinho, atualmente na NBA.

Nos Jogos Olímpicos da Juventude Nanquim 2014, o Brasil foi representado por 97 atletas. Deste total, entre as modalidades que integram o programa dos Jogos, nada menos que 72% dos atletas também passaram pelos Jogos Escolares da Juventude, entre eles os medalhistas Layana Colman (judô), Hugo Calderano (tênis de mesa), Matheus Santana, Luiz Altamir, Giovanna Diamante, Natalia de Luccas (natação) e Duda Lisboa (vôlei de praia).

* * * * * 

Realização
Parceiro
Patrocinador Master