Carregando...
Assunção 2022

Jogos Sul-americanos de Assunção começam com música, dança e festa da cultura guarani

Nathalie Moellhausen e Guilherme Costa levam a bandeira do Brasil na Cerimônia de Abertura

 Jogos Sul-americanos de Assunção começam com música, dança e festa da cultura guarani
Gaspar Nóbrega/COB

Uma celebração da cultura guarani tomou conta do estádio Defensores del Chaco na noite deste sábado, dia 1º de outubro. Com uma festa cheia de cores, música e dança, os paraguaios realizaram a Cerimônia de Abertura da 12ª edição dos Jogos Sul-americanos Assunção 2022.

No gramado do tradicional palco do futebol do continente, a delegação brasileira desfilou liderada pelos porta-bandeiras Nathalie Moellhausen, campeã mundial de esgrima em 2019, e Guilherme “Cachorrão” Costa, medalha de bronze no Mundial de natação em Budapeste, em 2022. 

“Senti uma energia incrível, especialmente na hora em que entrei no estádio. Tem sido um dia muito especial: é meu aniversário e fui porta-bandeira do Brasil. Amanhã começa a competição e chego muito motivado”, afirmou Cachorrão, que completou 24 anos no sábado.

“Foi um privilégio. É lindo poder representar o país nesse momento. Já fui aos Jogos Olímpicos e a outros eventos, e essa é minha primeira edição de Jogos Sul-americanos. Foi uma experiência a mais na minha vida e na minha carreira. Amei!”, disse Nathalie. 



Os dois porta-bandeiras simbolizaram os 464 esportistas do Brasil, representantes de 45 modalidades, que estarão em ação no Paraguai.

“É uma emoção enorme representar o Brasil em uma Cerimônia de Abertura com muitos atletas jovens, atletas experientes e atletas já consagrados. Vivi essa experiência como atleta e agora como chefe de missão, que caracteriza uma vida inteira dedicada ao esporte! Fico feliz por esta história bonita! Que venham as medalhas!”, afirmou Sebástian Pereira, chefe de missão do Brasil em Assunção, que desfilou como atleta nos Jogos Olímpicos Atlanta 1996.

“Todos os atletas estão com muita vontade de iniciar e fazer parte dos Jogos Sul-americanos com suas marcas e conquistas”, completou.

O desfile das 15 delegações que disputarão os Jogos Sul-americanos começou após a execução do hino nacional paraguaio e de apresentações musicais.

O Paraguai encerrou a apresentação dos países levantando o público presente nas arquibancadas, que receberam 25 mil pessoas.

A cerimônia passou a mostrar, então, diversos números musicais de artistas paraguaios. O coral Niños de Luque, com 40 crianças, cantou acompanhado por uma harpa de água. 

Apresentações de dança que envolveram mais de 400 bailarinos passearam por diversos episódios da história do Paraguai até os dias atuais.

Depois da passagem dos esportistas pelo gramado, um novo desfile tomou conta da Cerimônia de Abertura.

Desta vez, modelos exibiram no palco vestidos de alta costura desenhados com elementos tradicionais do país que homenageavam a fauna e a flora. O desfile teve a participação especial da modelo paraguaia Nadia Ferreira, segunda colocada no Miss Universo 2021.

Na parte final da cerimônia, o Ministro do Esporte do Paraguai, Diego Galeano Harrison, celebrou a capacidade de superação dos paraguaios e a realização do sonho de organizar os Jogos.

O presidente da Odesur, Camilo Pérez Lopez Moreira, por sua vez, deu boas-vindas a todos os visitantes e agradeceu aos 15 comitês olímpicos presentes e ao governo paraguaio por acreditarem no poder transformador do esporte e na realização do evento.

Na sequência, o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, declarou aberta a 12ª edição dos Jogos Sul-americanos. 

A bandeira do Comitê Olímpico Internacional entrou carregada por ex-jogadores da seleção de futebol vice-campeã olímpica em Atenas 2004, e atletas, técnicos e árbitros fizeram seus juramentos.

A Cerimônia de Abertura foi encerrada com a exibição de registros do percurso da tocha pelo Paraguai. No estádio, o fogo passou pelas mãos de diversos ex-atletas do país até chegar a Victor Pecci, ex-tenista vice-campeão de Roland Garros em 1979, que acendeu a pira sul-americana.

Um show da estrela pop latina Tini fechou festa com chave de ouro.




Brasileiros em ação

Pela primeira vez, a Cerimônia de Abertura dos Jogos Sul-americanos teve transmissão do Canal Olímpico do Brasil, que também acompanhará os brasileiros em ação no Paraguai.

Com a maior delegação até agora neste ciclo olímpico, o Time Brasil encara o desafio de voltar a ocupar a primeira colocação do quadro de medalhas continental. 

A missão se torna ainda mais importante uma vez que os resultados em Assunção irão influenciar nas classificações de 26 modalidades para os Jogos Pan-americanos de Santiago 2023. 

Para assegurar o maior número possível de vagas para o Pan, o Time Brasil veio ao Paraguai mesclando a juventude de atletas que participam pela primeira vez de Missões lideradas pelo COB com a experiência de sete medalhistas em Jogos Olímpicos e 21 em Campeonatos Mundiais.

No sábado, os brasileiros já asseguraram vagas na disputa das finais do skate street. A decisão acontece a partir das 11h deste domingo, dia 2, com Gabriela Mazetto, Carla Karolina, Gabryel Aguilar e João Lucas Alves em busca de medalhas.

O Time Brasil estará em ação em 15 modalidades no segundo dia de disputas nos Jogos Sul-americanos.

Fique ligado nas redes sociais do @timebrasil para saber quais serão as modalidades exibidas até o final da competição, no próximo dia 15 de outubro.





Outras notícias + Lista completa