Carregando...

Vela

História

Chamada de iatismo até o ano 2000, a vela integra o programa olímpico desde a primeira edição dos Jogos da Era Moderna, em Atenas 1896. No entanto, a falta de participantes fez com que a estreia da modalidade ocorresse somente em Paris 1900. Desde então, 47 classes diferentes já distribuíram medalhas no evento.

No Brasil, a vela começou a ganhar espaço em 1906, após a fundação do Yacht Club Brasileiro, no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro. Quatro anos mais tarde, o clube muda sua sede para Niterói. A primeira prova nacional foi realizada somente em 1935.

Entre 1941 e 2007, a administração da modalidade no país ficou a cargo da Confederação Brasileira de Vela e Motor (CBVM). Desde 2013, a gestão está sob responsabilidade da Confederação Brasileira de Vela (CBVela).

Regras

As competições de vela nos Jogos Olímpicos possuem entre 10 e 12 regatas, variando conforme a classe, além de uma medal race, que oferece pontuação dobrada aos atletas. Diferentemente da maior parte das modalidades esportivas, a vela possui um sistema de pontuação invertido: o campeão é aquele que acumular menos pontos.

Já o percurso das regatas é definido pela organização, que forma uma linha imaginária com dois barcos para definir o ponto de largada e o de chegada. As regatas podem ser adiadas e até mesmo canceladas pela falta de vento.

Todas as embarcações de uma mesma classe devem ter dimensões idênticas. Dessa forma, o resultado é determinado exclusivamente pelo talento e pela estratégia dos velejadores.

Outros esportes + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais