Carregando...

Karatê

História

A origem do karatê remonta ao passado do arquipélago de Okinawa, quando este ainda pertencia à China, durante a dinastia Ming. O monge indiano Bodhidarma viajou até local para fundar um mosteiro budista. Mas além dos conceitos espirituais, levou também uma técnica de luta sem armas, com objetivo de manutenção da saúde e autodefesa, dando início as artes marciais.

Com o fim da dinastia Ming, Okinawa foi ocupada pelo Japão que proibiu o uso de armas no arquipélago, atraindo mais praticantes para a modalidade, ensinada de maneira secreta. Durante a primeira década do século XIX, o caratê passa a ser praticado com enfoque em educação física.

Da mesma forma como sucedeu com outras artes marciais, o caratê foi introduzido no Brasil com a chegada de imigrantes japoneses no começo do século XX. Mas somente no ano de 1956, Mitsuke Harada (Shotokan) instala o primeiro dojô em São Paulo.

Curiosidades

- O ensino do karatê moderno divide-se em: kihon (técnicas básicas), kata (sequência de técnicas, simulando luta com várias aplicações práticas) e kumitê (combate propriamente dito).

- Muitos filmes apresentaram técnicas da modalidade como Karatê Kid ou tiveram as técnicas representadas nas telas com atores como Chuck Norris e Jean Claude Van Damme.

- O karatê, por sua origem diversa, possui vários estilos. Os reconhecidos pela Federação Mundial de Karatê – WKF, na sigla em inglês – são Shito-ryu, Shotokan, Goju-ryu e Wado-ryu, todos criados na primeira metade do século XX.

- Um dos caratecas mais famosos do Brasil é Lyoto Machida, ex-campeão dos meio-pesados do UFC.

Outros esportes + Lista completa
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais