Carregando...

Boxe

História

O boxe é um dos esportes mais antigos do mundo e existem várias versões para sua origem. Já na pré-história há registros de formas de lutas com as mãos por diversão ou autodefesa. As primeiras manifestações esportivas foram registradas por volta de 3000 a.C no Egito e séculos depois se popularizaram na Grécia. A primeira aparição do boxe nos Jogos Olímpicos foi em 668 a.C, na 23ª edição da Era Antiga.

O atual formato do boxe só foi estabelecido no final do século 19, quando as primeiras competições amadoras aconteceram, na Inglaterra. As regras que serviram de base para as que vigoram atualmente só foram elaboradas em 1867, por John Graham Chambers, com aprovação do Marquês de Queensberry, na Escócia.

Conhecido como “a nobre arte”, o boxe foi integrado ao Programa Olímpico dos Jogos da Era Moderna em Saint Louis 1904, somente para homens. A competição feminina passou ser disputada somente a partir de Londres 2012, com participação crescente: em Paris 2024, serão seis categorias no feminino e sete no masculino, mas com o mesmo número de atletas (124) de cada gênero.

De Los Angeles 1984 até Londres 2012 os pugilistas olímpicos eram obrigados a usarem capacetes protetores nos combates. A regra para os homens foi extinta no Rio 2016, permanecendo apenas para as mulheres. Já no boxe profissional, não é permitido o uso de capacetes.

Nos Jogos Olímpicos, o boxe é disputado em três rounds e, ao final de cada um deles, os juízes decidem os vencedores. O atleta que somar mais pontos no fim é o ganhador da luta. São sete categorias masculinas e seis femininas. As lutas profissionais têm até 12 assaltos.

O Brasil é uma das grandes potências do. São vários os nomes que fizeram história, tanto nos Jogos Olímpicos, como no profissional. A lista de campeões mundiais conta com boxeadores inesquecíveis, como Eder Jofre, Acelino "Popó" Freitas, Miguel de Oliveira, entre vários outros. 

Nos Jogos Olímpicos, a primeira medalha de ouro veio na Rio 2016, com Robson Conceição. Mesmo assim, o país tem um histórico repleto de presenças no pódio, sobretudo a partir de Londres 2012 (confira abaixo).


Curiosidades

- Nos Jogos Olímpicos da Antiguidade, faixas amaciadas de couro eram amarradas nos punhos dos boxeadores. Tempos depois, em Roma, as faixas foram substituídas por uma luva com estrutura metálica. O efeito era demolidor. Os confrontos muitas vezes acabavam com a morte de um dos lutadores

- O norte-americano Oliver L. Kirk foi o primeiro pugilista da história a ganhar medalhas em duas categorias (galo e pena) numa mesma edição dos Jogos Olímpicos. Ele ficou com dois ouros em Saint Louis 1904;

- As luvas de boxe pesam entre 225g e 280g e servem para proteger as mãos do pugilista;

- Até os Jogos Rio 2016 só pugilistas amadores podiam participar da competição.


Medalhas Olímpicas

Ouro

Tóquio 2020: Hebert Conceição

Rio de Janeiro 2016: Robson Conceição


Prata

Tóquio 2020: Beatriz Ferreira

Londres 2012: Esquiva Falcão


Bronze

Tóquio 2020: Abner Teixeira

Londres 2012: Adriana Araújo

Londres 2012: Yamaguchi Falcão

Cidade do México 1968: Servílio de Oliveira

Outros esportes