Carregando...

Uruguai 2009

02/12 a 13/12
|
Jogos Sul-Americanos de Praia

A primeira edição dos Jogos Sul-americanos de Praia reuniu 15 países para a disputa de nove modalidades, em Montevidéu e Punta del Este. O Brasil, representado por 91 atletas, foi o grande vitorioso do evento. Ao longo dos dez dias de competição, o Time Brasil conquistou 25 medalhas, sendo 12 medalhas de ouro, seis de prata e sete de bronze. A Argentina ficou em segundo, com 22 medalhas, sendo nove de ouro e a Venezuela em terceiro, com oito medalhas no total, sendo duas de ouro. No último dia de competições, o país conquistou quatro ouros, dois no surfe, um na vela, um no rúgbi feminino e um bronze, na maratona aquática.

O evento reuniu esportes olímpicos, como a vela, que levou medalha de ouro na classe snipe, com Juliana Poncioni Motta e Viviane Beghin. As brasileiras ficaram na segunda colocação nas duas regatas do dia, o que garantiu a vitória na competição.

Os Jogos Sul-americanos de Praia também foram uma oportunidade de esportes que não fazem do programa olímpico participarem de uma competição com a chancela do Comitê Olímpico Internacional (COI). Foi o caso do surfe, que no último dia de evento trouxe para o Brasil duas medalhas de ouro, uma no Tag Team (competição por equipes) e outra no Air Show (melhor aéreo), com Gabriel Medina, de 16 anos.

Na maratona aquática, em prova de 10 km, Matheus Evangelista conquistou o bronze de forma inesperada, já que o outro brasileiro, Victor Simões, ficou na segunda colocação na maior parte do percurso, mas a poucos metros do fim sentiu os efeitos da longa prova e do mar gelado e perdeu força. Assim, Matheus e o venezuelano Edwin Maldonado, medalha de prata, o ultrapassaram. Com muita persistência, Victor terminou na quarta colocação, com um princípio de hipotermia. O ouro foi para o argentino Damian Brown. No feminino, a vitória foi venezuelana, com Patrícia Maldonado, seguida de Antonela Bogarin, da Argentina e Kátia Barros, do Equador. A brasileira Catarina Ganzeli ficou em sétimo e Fernanda Motta abandonou na metade do percurso.

Em Montevidéu, a seleção feminina de rúgbi de praia confirmou o favoritismo e levou o ouro, após derrotar o Uruguai por 3 a 1. No masculino, o Brasil perdeu para os donos da casa por 6 a 4 e ficou na quarta colocação da competição.

A primeira edição dos Jogos Sul-americanos de Praia exigiu um planejamento especial por parte do COB, já que algumas modalidades foram adaptadas para a praia e outras, como o surfe, não integram o programa olímpico. Já para modalidades como o triatlo, o vôlei de praia e a maratona aquática, a competição fez parte da preparação para os Jogos Olímpicos Londres 2012.

Com competições em Montevidéu e Punta del Este, os Jogos Sul-americanos de Praia tiveram a disputa de nove modalidades: Handebol de praia, futebol de praia, rúgbi e vôlei de praia foram disputados em Montevidéu, enquanto esqui aquático, maratona aquática, surfe, triatlo e vela, em Punta del Este. O fitness foi disputado como modalidade-exibição nas duas sedes.

O COB enviou 91 atletas para representar o Brasil em todas as modalidades do evento, promovido pela Organização Desportiva Sul-americana (ODESUR). A delegação brasileira foi composta por 132 pessoas. Em Montevidéu, todas as competições foram disputadas em uma arena especialmente construída para o evento, com capacidade para 2.700 pessoas, na praia de Pocitos. As provas de Punta del Este foram realizadas nas praias de Montoya, Maldonado e Mansa.

Outras participações nos Jogos Sul-Americanos de Praia Todas participações
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais
Fornecedores Oficiais