Carregando...

Moscou 1980

19/07 a 03/08
|
Jogos Olímpicos de Verão
  • 80 Países
  • 27 Modalidades
  • 203 Provas
  • 5179 Atletas

Participação do Brasil

Atletas: 109 atletas (entre os quais 15 mulheres) 
Modalidades: 15 (atletismo, basquete, boxe, ciclismo estrada, ciclismo pista, ginástica artística, judô, levantamento de peso, natação, remo, saltos ornamentais, tiro com arco, tiro esportivo, vela e vôlei) 
Medalhas: 4 (2 ouros 2 bronzes) 
Porta-bandeira na Cerimônia de Abertura: João do Pulo (atletismo)


O Brasil levou para Moscou a maior delegação Olímpica desde 1920.  Foi também na União Soviética que os brasileiros conquistaram o maior número de medalhas de sua história até então: duas de ouro e duas de bronze.

O grande destaque veio do iatismo, com dois ouros: Alexandre Welter e Lars Sigurd Björkström, na classe Tornado, e Marcos Pinto Rizzo Soares e Eduardo Henrique Penido, na classe 470. O velejador Cláudio Biekard ainda se classificou em quarto lugar na classe Finn. Com esses e outros bons resultados, a equipe do Brasil alcançou o primeiro lugar geral na vela.

Na natação, o revezamento 4x200m livre de Djan Madruga, Marcus Laborne Mattioli, Cyro Marques Delgado e Jorge Luiz Leite Fernandes foi bronze. Djan Madruga também conseguiu a quinta colocação nos 400m medley e a quarta nos 400m livre.

João Carlos de Oliveira, o João do Pulo, conquistou a segunda medalha de bronze de sua carreira no salto triplo, com a marca de 17,22m. Pedro de Toledo, seu técnico na época, protestou contra a anulação de um dos saltos, que teria atingido 17,40m, marca melhor que os 17,35m do primeiro colocado, o soviético Jaak Uudmae.

A equipe masculina de basquete, que contava com o então novato Oscar Schmidt, ficou em quinto lugar. Mesma colocação para o time de vôlei, formado por jogadores como Bernard, Xandó, William, Montanaro, Renan, Amauri e Bernardinho.


Jogos Olímpicos pela primeira vez na União Soviética

Os Jogos Olímpicos de Moscou foram afetados pela Guerra Fria, que estava no auge naquele momento. As disputas políticas resultaram no boicote dos Estados Unidos e outros países. Um dos destaques dessa edição foi sua carismática mascote, o urso Mischa, que ficou marcado pela "lágrima escorrendo pelo rosto" em sua despedida no Estádio Olímpico.

Na esfera esportiva, o soviético Aleksandr Dityatin ganhou medalhas em todas as provas da ginástica artística masculina e se tornou o único atleta, até então, a conquistar oito pódios em uma única edição dos Jogos (três de ouro, quatro de prata e uma de bronze).



Atletas Modalidades Provas Resultado Classificação
Alex Welter Lars Björkström Vela Tornado

21.4 pontos perdidos

1º Lugar
Marcos Soares Edu Penido Vela 470

36.4 pontos perdidos

1º Lugar
João do Pulo Atletismo Salto triplo - Masculino

17,22m

3º Lugar
Cyro Delgado Djan Madruga Marcus Mattioli Jorge Fernandes Natação Revezamento 4x200m livre - Masculino

7m29s30

3º Lugar