Carregando...

Cuenca 1998

21/10 a 31/10
|
Jogos Sul-Americanos

Participação do Brasil

Atletas:
Medalhas:
153 (50 ouros, 59 pratas e 44 bronzes)
Modalidades: 24

A sexta edição dos Jogos Sul-americanos foi realizada em Cuenca, no Equador. A Guiana estreou na competição, que pela sexta vez consecutiva foi vencida pela delegação Argentina. Os Jogos de Cuenca receberam menos atletas (1.525) do que a edição de Valencia 1994 (1.599). Em contrapartida, foi estabelecido o recorde de número de modalidades em disputa: 24.

No Equador, pela primeira vez na história dos Jogos Sul-americanos, o Brasil terminou entre as três primeiras colocações no quadro final de medalhas - foi o terceiro, com 50 ouros. A equipe verde-amarela ganhou medalhas em 16 modalidades: boliche, boxe, canoagem, ciclismo, esgrima, ginástica (artística e rítmica), judô, caratê, levantamento de pesos, lutas, natação, patinação artística, taekwondo, tênis de mesa, tiro e triatlo.

Cinco anos antes de conquistar o primeiro ouro da história da ginástica brasileira em Campeonatos Mundiais, a gaúcha Daiane dos Santos, aos 15 anos, faturou três medalhas em Cuenca, sendo duas de ouro (no salto e por equipe) e uma de bronze (no solo, exercício no qual se consagraria).

A equipe de judô também se destacou. Flávio Canto (81-kg), Edinanci Silva (78-kg e Absoluto) e Vânia Ishii (63-kg), entre outros, ganharam medalhas de ouro. O principal destaque brasileiro, porém, foi a natação, que faturou nas piscinas equatorianas 28 medalhas (12 de ouro, dez de prata e seis de bronze).