Carregando...

Chicago 1959

27/08 a 07/09
|
Jogos Pan-Americanos

A princípio, o V Congresso Esportivo Pan-americano, realizado durante os Jogos da Cidade do México 1955, tinha indicado Cleveland, também nos EUA, como sede dos Jogos de 1959. Porém, o congresso americano decidiu cortar uma verba de US$ 5 milhões destinada à cidade e Cleveland abriu mão do seu direito de receber o evento. Assim, Chicago foi escolhida, às pressas, como substituta.

Os Estados Unidos obtiveram em Chicago uma vitória avassaladora. Os EUA conquistaram 115 medalhas de ouro, 69 de prata e 52 de bronze, totalizando 236 medalhas. O segundo colocado no quadro geral foi a Argentina, com distantes nove ouros, 19 pratas e 11 bronzes, num total de 39.

A supremacia americana não se explica somente pela vantagem de jogar em casa. Os EUA contaram na competição com alguns dos maiores atletas de sua História. No arremesso de disco, Al Oerter, que seria tetracampeão olímpico (1956, 1960, 1964 e 1968), levou o ouro com facilidade. Sua marca de 58,12m foi mais de três metros superior à do segundo colocado.

No revezamento 4x100m rasos feminino, Wilma Rudolph, que ganharia três ouros nos Jogos Olímpicos Roma 1960, fez parte da equipe que venceu a prova em 46s4; Wilma também ficou com a prata nos 100m rasos, perdendo para sua compatriota Lucinda Williams, que venceu com 12s1.

Assim, os Estados Unidos dominaram os Jogos completamente, a ponto de, somente no atletismo e na natação, ganhar 41 das 48 medalhas de ouro em disputa.

Dentre os 219 brasileiros da delegação, que competiram em 17 esportes (só não houve representação na disputa da luta olímpica), se destacou novamente Adhemar Ferreira Silva. Ao vencer o salto triplo pela terceira vez nas três edições dos Jogos Pan-americanos realizadas até então, ele se tornou o primeiro brasileiro tricampeão do evento.

Além do ouro de Adhemar, o Brasil conquistou mais oito medalhas douradas, sendo uma delas em campanha invicta da equipe feminina de vôlei. No basquete, o time masculino que terminou em terceiro tinha a base do que foi campeão mundial no Chile, no mesmo ano, e que conquistaria o segundo bronze olímpico do esporte, um ano depois, nos Jogos de Roma: Carlos Domingos Massoni (o Mosquito), Carmo de Souza (o Rosa Branca), Edson Bispo dos Santos, Fernando Pereira de Freitas, Jathyr Eduardo Scall, Waldemar Blatskauskas, Waldir Geraldo Boccardo, Wlamir Marques e Zenny de Azevedo (o Algodão).

Um ano depois de conquistar a sua primeira Copa do Mundo, na Suécia, o Brasil mandou pela primeira vez uma seleção de futebol aos Jogos Pan-americanos. O time era formado por jovens jogadores de clubes do Rio de Janeiro, com destaque para Gérson, meia que seria campeão da Copa de 1970, no México. A seleção brasileira acabou com a medalha de prata, perdendo o ouro para a Argentina por causa do saldo de gols.

O dia do encerramento teve uma nota triste para o Brasil. O remador Ronaldo Duncan Arantes foi assassinado por criminosos. Nos Jogos, Ronaldo participara da prova do oito, em que o barco brasileiro terminou em quarto e último lugar.

Países: Antilhas Holandesas, Argentina, Bahamas, Bermuda, Brasil, Canadá, Chile, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Estados Unidos, Guatemala, Guiana, Haiti, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Esportes: Atletismo, basquete, beisebol, boxe, ciclismo, esgrima, esportes aquáticos (natação, saltos ornamentais, polo aquático), futebol, ginástica, hipismo, levantamento de peso, lutas, pentatlo moderno, remo, tênis, tiro esportivo, vela e vôlei.

Número de países: 25
Total de atletas: 2.263
Atletas do Brasil: 219
Número de esportes: 18

Outras participações nos Jogos Pan-Americanos Todas participações
Sites olímpicos e paraolímpicos
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais