Carregando...

Buenos Aires 1951

25/02 a 09/03
|
Jogos Pan-Americanos

No I Congresso Esportivo Pan-americano decidiu-se que a primeira edição dos Jogos Pan-americanos seria disputada em 1942, em Buenos Aires. A Segunda Guerra Mundial adiou a realização do evento, mas, a cada ano, a capital argentina renovou seu direito de organizar os Jogos.

No II Congresso Esportivo Pan-americano, em 1948, ficou decidido que a primeira edição do Pan seria em 1951 e que a sede seria, conforme programado anteriormente, Buenos Aires.

O pontapé inicial para a primeira edição dos Jogos Pan-americanos foi dado no dia 25 de fevereiro. Cerca de 100 mil espectadores presenciaram a Cerimônia de Abertura, que foi prestigiada pelo presidente Juan Perón e sua esposa Evita, a co-presidente do Comitê Organizador dos Jogos. Os Jogos Pan-americanos respeitaram, desde o começo, alguns protocolos olímpicos. Já em 1951 houve desfile de Delegações, Tocha e Fogo Pan-americanos, Juramento Olímpico e Cerimônias de Abertura e Encerramento.

Um ano antes de quebrar o recorde mundial do salto triplo e conquistar o ouro nos Jogos de Helsinque (Finlândia), Adhemar Ferreira da Silva foi campeão na Argentina, saltando 15,19m. Na mesma prova, o brasileiro Hélio Coutinho da Silva ficou com a prata.

Outro atleta que conquistou medalha em Buenos Aires e Hensique foi o nadador Tetsuo Okamoto. Na capital argentina, ele ficou com o ouro nos 400m e 1.500m livre. E foi nos 1.500m que ele ganhou o bronze na Finlândia.

O Brasil ainda levou mais duas medalhas de ouro, com Eric Tinoco Marques, no pentatlo moderno, e com Roberto M. Bueno e Gastão A. F. P. Souza na classe star da vela. As regatas do iatismo quase não se realizaram por falta de concorrentes. Na star, apenas Argentina, Brasil e Chile participaram.

Do time masculino de basquete, que conquistou a medalha de bronze, Alberto Marson, Alfredo Rodrigues da Mota, Massinet Sorcinelli e Algodão haviam participado da campanha que deu ao basquete brasileiro sua primeira medalha olímpica, com o bronze nos Jogos de 1948.

Pela primeira vez uma equipe brasileira de esgrima chegou à final de uma competição internacional de grande porte. O time masculino do sabre foi bronze e Estevão Molnar ainda conquistou outro bronze na disputa individual da mesma arma. A ginástica olímpica brasileira fez sua estreia em competições internacionais.

Os anfitriões argentinos não decepcionaram sua torcida. A Argentina foi a vencedora da competição, com 68 medalhas de ouro e 150 no total. Conquistaram todas as 15 medalhas de ouro em disputa no remo e no boxe; no ciclismo levaram sete de oito medalhas de ouro.

Os Estados Unidos tiveram um motivo para explicar o "mau" desempenho e o segundo lugar nos Jogos. Por problemas financeiros, a delegação americana ficou limitada a 175 atletas e o país não teve representantes em sete esportes: hipismo, futebol, ginástica, pólo, remo, tênis e vela.

Países: Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Chile, Equador, El Salvador, Estados Unidos, Guiana Francesa, Guatemala, Haiti, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela.

Esportes: Atletismo, basquete, beisebol, boxe, ciclismo, esgrima, esportes aquáticos (natação, saltos ornamentais, polo aquático), futebol, ginástica, hipismo, levantamento de peso, lutas, pentatlo moderno, pólo, remo, tênis, tiro esportivo e vela.

Número de países: 21
Total de Atletas: 2.513
Atletas do Brasil: 179 atletas
Número de esportes: 18

Outras participações nos Jogos Pan-Americanos Todas participações
Sites olímpicos e paraolímpicos
Patrocinadores Olímpicos Mundiais
Patrocinadores Oficiais
Apoiadores Oficiais
Parceiros Oficiais