Carregando...

Reinaldo Conrad

MODALIDADE

Vela

DATA E LOCAL DE NASCIMENTO

31/05/1942 | São Paulo, SP

JOGOS OLÍMPICOS

1960 | 1968 | 1972 | 1976 | 1980 |

CONQUISTAS

3

Medalhas de Ouro

Jogos Pan-americanos Chicago 1959 Jogos Pan-americanos São Paulo 1963 Jogos Pan-americanos Cidade do México 1975

1

Medalhas de Prata

Jogos Pan-americanos Winnipeg 1967

2

Medalhas de Bronze

Jogos Olímpicos Cidade do México 1968 Jogos Olímpicos Montreal 1976

Biografia

O pai da tradição olímpica da vela brasileira

Golfo de Nápoles, setembro de 1960, final da terceira regata da classe Finn na disputa da vela dos Jogos Olímpicos em Roma. Na linha de chegada, uma fragata italiana, que levava à bordo os juízes, trazia oficiais enfileirados na borda, todos vestidos de branco. Quando um brasileiro de apenas 18 anos cruzou em primeiro lugar, teve sua primeira vitória olímpica celebrada com um brado vibrante e inesquecível: “Urra!!! Urra!!!”.  

“Esse ‘Urra!’ ainda soa em meu coração. Realmente é uma emoção que vai ficar comigo até o resto da minha vida”, revela Reinaldo Conrad, responsável pelas primeiras medalhas da tradição vencedora da vela brasileira em Jogos Olímpicos. 

Campeão dos Jogos Pan-americanos Chicago 1959 na classe Snipe ao lado de Antônio Barros, aos 17 anos -quando estreou em competições internacionais-, ele se ressentiu por estar sozinho nos Jogos de Roma e acabou na quinta colocação.  

“Havia outros velejadores do Brasil, mas cada um estava num clube. Eu estava sozinho e não acostumado a estar sozinho. Sempre tive um proeiro, sempre velejei em barco de dois. Era a primeira vez que eu velejava num barco de uma única pessoa”, conta Reinaldo.  

“Uma das coisas de que eu senti falta nesses Jogos foi do apoio de um técnico ou de alguém que pudesse me apoiar em minhas decisões, me orientar. Cometi muitos erros nas regatas por tomar decisões sozinho. Um dos principais erros foi achar que eu estava num nível de competitividade semelhante ao dos Jogos Pan-americanos, onde nós ganhamos todas as regatas de maneira muito fácil”, prossegue.