HIPISMO SALTOS

HISTÓRIA

Parceria, arte, tradição e sintonia entre homem e animal são algumas das expressões que ajudam a descrever o hipismo em seu formato olímpico. A força e a técnica na disputa das provas de Saltos misturam-se às belas apresentações de Adestramento e à explosão das provas do Concurso Completo de Equitação (CCE), completando a tríade de modalidades deste esporte, presente no programa dos Jogos: Saltos, Adestramento e CCE.

Saltos

Inspirada no famoso costume inglês de caça à raposa, a prova foi desenvolvida na segunda metade do século XIX em um espaço delimitado e com obstáculos que reproduzissem os naturais: troncos, barrancos, riachos, entre outros.

Muitos consideram o italiano Federico Caprilli o “pai da equitação moderna” por ter revolucionado os saltos. Para que o cavalo não sofresse com o puxar das rédeas ao saltar, ele desenvolveu uma posição em que o cavaleiro pode pular sentado, sem precisar se inclinar para trás. Hoje, está técnica é adotada em todo o mundo.

As competições olímpicas de saltos foram dominadas pelos militares de 1912 a 1952. A hegemonia dos fardados foi quebrada pelo francês Pierre Jonqueres d’Orila – ouro em Helsinque 1952. O declínio das equipes militares foi seguido pela estreia das mulheres em provas de salto nos Jogos Olímpicos Estocolmo 1956.

CURIOSIDADES

- Nos Jogos Olímpicos Montreal 1976, as provas de hipismo tiveram uma atração especial: a princesa Anne, filha da rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Anne teve o pior desempenho entre os integrantes da equipe de saltos do Reino Unido, que terminou em sétimo lugar.

- A competição de saltos é a categoria mais conhecida do hipismo.

- O mais velho cavaleiro a competir em Jogos Olímpicos de que se tem notícia é o general austríaco Arthur Von Pongracz. Ele tinha 72 anos quando disputou a prova de adestramento por equipes em Berlim 1936.

- Nos Jogos Olímpicos Helsinque 1952, as mulheres competiram ao lado dos homens, em equipes mistas. Desde então, passaram gradativamente a disputar outras provas nessas condições.

- Uma peculiaridade entre os esportes olímpicos: Adestramento e as outras modalidades do hipismo são as únicas em que mulheres e homens competem em igualdade de condições, em uma mesma prova.

REGRAS

- O cavaleiro precisa saltar de 8 a 12 obstáculos espalhados em um percurso de 700m a 900m no menor tempo possível.

- O atleta é punido quando comete uma falta, como derrubar um obstáculo, ultrapassar o limite de tempo, errar o percurso ou queda do cavalo.

 


Entidade Responsável:
Confederação Brasileira de Hipismo


TAGS: