GINÁSTICA DE TRAMPOLIM

HISTÓRIA

As acrobacias e movimentos executados pelos trapezistas de circo demonstram um pouco da ginástica de trampolim, originada na Idade Média. Praticada por homens e mulheres, é composta por quatro provas: individual, sincronizado, duplo mini-trampolim e tumbling.

A versão moderna do trampolim foi criada por George Nissen, em 1934, nos Estados Unidos. O aparelho foi utilizado para treinar astronautas e desenvolver as habilidades acrobáticas em outros esportes. A atividade conquistou as pessoas que passaram a praticá-la por diversão.

Incluído nos Jogos Olímpicos Sidney 2000, o trampolim individual é a única inserida na maior competição esportiva do mundo. Nessa modalidade, o ginasta salta sobre uma tela, conhecida como cama elástica, e executa elementos  técnicos exigidos pelos árbitros.

No sincronizado, as características são quase as mesmas, porém, é realizado com dois ginastas saltando ao mesmo tempo, em trampolins diferentes, que ficam posicionados paralelamente, a uma distância de 2m.

O duplo mini-trampolim é um aparelho menor, onde o ginasta faz uma corrida antes dos elementos técnicos. Depois, se aproxima e salta no aparelho, realizando quatro passadas com dois elementos diferentes, sendo duas passadas na preliminar e duas na final — as passadas devem ser diferentes.

E o tumbling, onde o atleta corre em uma pista de 26m, executando quatro passadas, com oito elementos acrobáticos em cada uma delas, sendo duas na preliminar e duas na final.

CURIOSIDADES

- As primeiras competições de ginástica de trampolim foram sediadas em Londres, em 1964 e 1965.

- A ginástica de trampolim chegou ao Brasil em 1975. Em 1990, o País participou pela primeira vez de um Campeonato Mundial da modalidade, que foi realizado na Alemanha.

REGRAS

- As competições são disputadas em lugares cobertos com altura mínima de oito metros. As áreas ao redor do trampolim devem ser revestidas por piso de borracha.

- O trampolim tem 5,05 metros de comprimento por 2,91 metros de largura.

- A rede tem 4,28 metros de comprimento por 2,14 metros de largura.

- Os competidores realizam uma série com dez elementos, com saltos simples, duplos e triplos, com e sem piruetas.

- A pontuação é concedida por um júri de acordo com a dificuldade e execução de cada série.



TAGS: