Notícias

Voltar
06/11/09 18:57

Medalhas e recordes marcam estreia brasileira na segunda etapa da Copa do Mundo de Natação

Atribua uma nota:

Os nadadores brasileiros estrearam nas finais da segunda etapa do Circuito da FINA da Copa do Mundo de Natação com medalhas e recordes. Na competição, realizada nesta sexta-feira, em Moscou, Fabíola Molina e Joanna Maranhão ganharam, respectivamente, prata e bronze. As duas quebraram os recordes sul-americanos e, no masculino, Felipe Lima fez o mesmo, no estilo peito.

Fabíola ganhou a prata nos 50m costas superando a própria marca que estabelecera na primeira etapa do Circuito da FINA, em Durban, em outubro. Ela fez 26s61 e o tempo antigo era 26s63. A vencedora da disputa, a australiana Marieke Guehrer bateu o recorde mundial da distância, com 26s17.

Joanna Maranhão bateu o recorde sul-americano dos 200m medley já nas eliminatórias, com 2m10s24. Na final, nadou ainda mais rápido (2m09s03), e conquistou o bronze. A vencedora da prova, a húngara Evelyn Verraszto, bateu o recorde mundial com 2m06s01.

Joanna também teve um bom desempenho nos 200m livre. Na decisão, ela terminou em quarto lugar com 1m57s19, superando o tempo continental da brasileira Tatiana Lemos Barbosa, 1m57s30, na Copa do Mundo do ano passado.

O Brasil teve uma sequência de quartos lugares no masculino. Com 26s61, Felipe Lima bateu o recorde sul-americano dos 50m peito que pertencia a Eduardo Fischer, 26s73, desde maio deste ano. Henrique Rodrigues também ficou a uma posição de subir ao pódio nos 100m medley (54s24) e 400m do mesmo estilo (4m11s79).

A etapa de Moscou termina neste sábado, 7/11. Os atletas brasileiros participam da Copa do Mundo de Natação da FINA com recursos dos Correios e da Lei Agnelo/Piva.

Notícias Relacionadas

Ver todas as notícias
 
Galeria
Crédito: 1 de

Atribua uma nota:

Aguarde...